Moradores de Laranjeiras criticam cimentação dos tijolinhos da mureta da Praça São Salvador

Em nota, a subprefeitura da Zona Sul afirmou que a mureta “está sendo cimentada para evitar acidentes, tendo em vista que os tijolinhos estão deteriorados por ação natural do tempo”

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Antes e depois da mureta cimentada / Crédito: Morador

As obras de revitalização encabeçadas pela Prefeitura do Rio de Janeiro na Praça São Salvador, em Laranjeiras, na Zona Sul da cidade, estão gerando descontentamento em moradores e comerciantes da região, segundo o jornal O Globo. O motivo da insatisfação é a cimentação das muretas com os tradicionais tijolinhos maciços, realizada nesta quarta-feira (29).

Em entrevista ao veículo, uma mulher que mora em frente à São Salvador teria afirmado que as muretas de tijolinho maciço se tornaram uma marca da praça depois que o equipamento foi reformado há muitos anos. Na ocasião, foi definido o layout das muretas em volta do coreto. Com a intervenção da Prefeitura, a formatação teria sido descaracterizada, segundo a entrevistada, que não quis se identificar.

O GLOBO entrou em contato com a assessoria de imprensa da subprefeitura da Zona Sul, chefiada Flávio Valle, para ter uma posição sobre as reclamações dos moradores de Laranjeiras. O órgão informou que uma reunião foi agendada para esta quinta-feira (30), às 17h, na praça.

Os moradores, no entanto, se sentem incomodados porque o encontro foi marcado após dias do início das obras de revitalização do logradouro.

Advertisement

“Chamaram para uma reunião, mas com a obra já iniciada. Tem um mês que ela começou. Estavam arrumando os brinquedos do parque infantil, tentaram consertar. Como o parque não é fechado, muitos adultos, principalmente durante a noite, usam o balanço e eles ficam depredados. Isso deveria ser fiscalizado pela Guarda Municipal”, reclamou uma moradora ao veículo.

O presidente da Associação de Moradores de Laranjeiras (Aaml), Marcus Vinícius teria afirmado: “Eles estão achando que estão fazendo uma excelente obra, mas muita gente está chateada que os tijolinhos tradicionais estão sendo substituídos por cimento”.

Por meio de nota repercutida pelo vespertino, a subprefeitura da Zona Sul informou que iniciou as obras de revitalização da São Salvador em novembro, com previsão de entrega até o fim do ano. Pelo cronograma, que está a cargo da Secretaria Municipal de Conservação (SECONSERVA), estão previstos o aumento da área de saibro da praça, obras de manutenção do piso intertravado e das golas das árvores, além de reparo e pintura das muretas da praça. As equipes da secretaria, segundo a nota, também devem executar “a limpeza do sistema de drenagem do entorno e a substituição de speed tables, de forma a proporcionar acessibilidade e forçar a redução de velocidade dos veículos”.  

O documento informou ainda que a Comlurb está responsável pela instalação de novos módulos de brinquedos feitos de eucalipto, além da recuperação dos bancos da praça.

Sobre a mureta da São Salvador, a subprefeitura da Zona Sul comunicou também por meio de nota que ela “está sendo cimentada para evitar acidentes, tendo em vista que os tijolinhos estão deteriorados por ação natural do tempo”. Sobre a reunião agendada para esta quinta-feira, a nota informou ser o momento para definir o desdobramento das intervenções.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Moradores de Laranjeiras criticam cimentação dos tijolinhos da mureta da Praça São Salvador
Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Essa subprefeitura é incompetentemente demais!
    Isso de cimentar os tijolinhos apenas é o ápice da incompetência.
    A subprefeitura age como estivesse agradando. Não está!!! Nessa e em várias situações. Tudo sendo mal cuidado.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui