Mordomo Carioca: Poucos Sombreiros e Águas Frescas

Mordomo carioca Ruan Schayder fala sobre o uso de chapéu de praia ou passeio

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto de Jess Loiterton: https://www.pexels.com/pt-br/foto/praia-litoral-chapeu-de-cauboi-chapeu-de-cowboy-4609731/

Outro acessório que mistura-se perfeitamente dentro da rotina carioca é o chapéu de praia ou passeio — para deliciar-se às margens das nossas praias; dar aquela caminhada pela orla; resolver os afazeres do dia; durante a tal saudável pedalada de bike enquanto aprecia as nossas belezas mil.

Uma constatação que pode surpreender é que embora sejamos privilegiados de vivermos em uma cidade que tem as condições favoráveis – e até poderíamos dizer ideais! —para o uso frenético de chapéus, nós cariocas ainda estamos um tanto quanto tímidos na hora de usufruir das suas benécias.

Acessório de estilo e colaborador da saúde

A função principal do chapéu de praia (ou passeio) é a proteção da nossa pele da face e cabeça da perigosíssima exposição direta ao sol e dos raios UV— que são verdadeiros vilões e inimigos diretos do carioca! — os modelos de abas mais largas podem inclusive oferecer um benefício extra de resguardar ombros e nucas. Para maximizar ainda mais a sua função de proteção, dê preferência as opções com a tecnologia de bloqueio de raios UVA e UVB. Se por um lado é um charme à parte da estética carioca poder exibir o seu saudável bronzeado dourado quase todo o ano — conquistado com muitas horas e dias de dedicação, mantido com tanta disciplina! — torna-se um desafio constante minimizar os seus efeitos negativos colaterais, para não perder o seu efeito de embelezamento natural da pele. Se o chapéu for bem “explorado” em cada ocasião da nossa rotina , seja ela cotidiana ou extraordinária (…aquele casamento cool na beira do mar; um passeio de barco pela costa ou um petit comité no jardim de casa), e ainda se for combinado com o uso do protetor solar, este acessório ganha destaque extra na composição da nossa imagem pessoal, e preservação da saúde da nossa pele… Prevenir sempre é mais econômico do que remediar!

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

Outro dos seus benefícios é o auxílio na manutenção da coloração das madeixas que podem “desbotar” mais rapidamente, perdendo seu efeito cosmético máximo, devido a incidência direta dos daninhos raios UV. Sem contar que também pode nos livrar de uma possível insolação por exposição direta excessiva ao sol.

Além da sua nobre função de sombrear-nos — proteção e cuidado pessoais —também é um charmoso acessório do vestuário feminino e masculino, que pode somar pontos positivos na composição da nossa imagem pessoal, jogando lá nas alturas o look do dia.

Atualmente no mercado há um leque de milhares de oferta de modelos e materiais, que são capazes de atender aos gostos mais exigentes dos estilosos e estilosas de plantão — sempre atentos aos últimos berros da moda.

Para as mulheres e homens que ainda não são adeptos deste charmoso acessório , mas que já estão ansiosos para provar os seus benéficos, eu sugiro que invistam inicialmente em modelos atemporais como o Bucket, o Australiano ou Panamá — todos podem ser encontrados com ampla variedade de cores e estampas; opções com a tecnologia de bloqueio de raios UV; modelos em fibras naturais e tecidos sintéticos comuns; tecidos hitech; e até a personalização das faixas com as iniciais para satisfazer aos fashionistas mais detalhistas! — são injeções instantâneas de estilo para dar aquele upgrade de personalidade no look pessoal. Não há desculpas para Você não adotar o teu modelo, e statar o ano agregando ainda mais estilo ao teu look!

Etiqueta — Lugares fechados, e á mesa

Embora não seja permitido o uso de chapéu informal à mesa — os nossos habituais modelos de praia e passeio — as circunstâncias cariocas podem abrir suas exceções particulares. Nos quiosques da orla são muito bem-vindos, e até durante o almoço nos pitorescos e concorridos restaurantes da beira-mar; poderiam ser usados se houver a incidência direta do sol — aumentando o conforto e a proteção da pele. Os chapéus podem ser descansados sobre uma cadeira vazia da própria mesa, caso não haja chapelaria no estabelecimento. Nunca deixe-o sobre a mesa, afinal ele não é um adorno de mesa nem uma travessa de salmão! Em último caso peça gentilmente para o atendente guarda-lo.

Retirar o teu chapéu da cabeça demonstra o teu grau de respeito e consideração pelas pessoas, e pela ocasião — ao ser atendido por uma Vendedora (or) em alguma loja; por um Garçon ou Maïtre nos restaurantes e cafés; pela (o) recepcionista de algum outro estabelecimento; e ao entrar em estabelecimentos fechados ou cobertos — o bom senso e a moderação são bem valiosas para não cometermos gafes e mantermos a nossa imagem pessoal nas alturas.

A Etiqueta indica que este tipo de chapéu não dever ser usado á noite, se observamos as regras clássicas.

Conselho — Use e abuse!

Aos meus Seletos e Apreciados Leitores deixo o meu conselho final para que usem e abusem das benesses deste simpático acessório de estilo especial.

Eu espero que as abas dos nossos sombreiros se esbarrem em algum lugar paradisíaco ou situação inusitada no cenário tropical.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mordomo Carioca: Poucos Sombreiros e Águas Frescas

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui