Morre a economista Maria da Conceição Tavares aos 94 anos

A professora faleceu neste sábado (08/06) na cidade de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Morreu neste sábado (08/06) a economista Maria da Conceição Tavares, aos 94 anos. Ela faleceu na cidade de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro. A causa da morte ainda não foi confirmada. Em publicação no X, o presidente Lula, lamentou a morte de uma das maiores referências do pensamento econômico brasileiro.

Veja

Conceição Tavares nasceu em Anadia, em Aveiro, Portugal, no dia 24 de abril de 1930, e cresceu em Lisboa. Ela deixa dois filhos, Laura e Bruno, dois netos, Ivan e Leon e o bisneto Théo.

Iniciou sua formação em Engenharia na Universidade de Lisboa, mas logo se transferiu para Ciências Matemáticas, licenciando-se em 1953. Em 1954 mudou-se para o Brasil, onde iniciou sua carreira como estatística no Instituto Nacional de Imigração e Colonização (INIC).

Advertisement

Matriculou-se no curso de Economia da Universidade do Brasil, atual Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1957, mesmo ano em que se naturalizou brasileira.

Ela se tornou uma das principais assessoras econômicas do PMDB e lecionou no Instituto de Economia da Unicamp e na UFRJ. É lembrada por ser crítica ao Plano Real na década de 90 e por ser referência no pensamento desenvolvimentista. Suas aulas e entrevistas ficaram famosas e tem repercutido recentemente nas redes sociais.

Em outubro de 1968, foi designada para o escritório da Cepal no Chile, onde também foi convidada a lecionar na Escolatina, ligada à Universidade do Chile.

Foi filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT) e deputada federal pelo estado do Rio de Janeiro entre 1995 e 1999.

Maria Conceição Tavares chegou a trabalhar para o Incra, passou pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pelo Grupo Executivo de Indústria Mecânica Pesada (Geimape).

Em 1998, venceu o Prêmio Jabuti na categoria “Economia”, reconhecendo sua significativa contribuição ao pensamento econômico no Brasil.

Escreveu diversas obras que influenciaram o pensamento econômico do país, como “Da Substituição de Importações ao Capitalismo Financeiro”, “A economia política da crise: problemas e impasses da política econômica brasileira” e “Conversas com economistas brasileiros”.

Ao longo de sua carreira, Maria da Conceição Tavares formou e influenciou inúmeros economistas e líderes políticos, entre eles José Serra, Luciano Coutinho, e Luiz Gonzaga Belluzzo.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Morre a economista Maria da Conceição Tavares aos 94 anos
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui