Moto.Rio: Prefeitura recomeça cadastro de mototaxistas nesta segunda-feira

Postos de atendimento no Centro, Bangu, Engenho Novo, Ilha do Governador, Irajá e Jacarepaguá funcionarão de segunda a sexta para os condutores entregarem os documentos obrigatórios

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto Marcos de Paula

Nesta segunda-feira (07/08), a Prefeitura reabre o cadastro presencial de mototaxistas para utilizarem o aplicativo Moto.Rio. Cinco postos de atendimento da Secretaria Municipal de Transportes funcionarão na cidade, de segunda a sexta, das 9h às 16h, para os condutores entregarem os documentos obrigatórios. Eles ficam nos seguintes bairros: Centro, Bangu, Engenho Novo, Ilha do Governador, Irajá e Jacarepaguá.

Para garantir a segurança do serviço para os passageiros, a prefeitura exige uma série de comprovantes. Os mototaxistas precisam ter mais de 21 anos de idade e devem levar os seguintes documentos (original e cópia) aos postos de atendimento:

  • Carteira de Habilitação – Categoria A (mínimo de 2 anos de experiência)
  • documento comprovando que é a/o proprietária/o da moto (CRLV)
  • caso a motocicleta seja de terceiros, será necessária uma procuração pública ou privada para utilização do veículo, com cópia autenticada do documento com foto da/o proprietária/o da motocicleta
  • apólice de seguro APP (para acidentes pessoais de passageiros), no valor R$ 25 mil para morte ou invalidez
  • certidão de quitação eleitoral
  • certidões de quitação eleitoral e negativas criminais do 1º ao 4º Ofícios
  • foto 3 x 4

Depois que a documentação for analisada, o condutor é cadastrado no Moto.Rio e pode começar a fazer viagens com passageiros. O aplicativo não cobra taxa do mototaxista, que recebe o valor integral da corrida.

Uma documentação complementar será exigida para ser entregue até o dia 20/07/2024:

Advertisement
  • comprovante de residência atualizado
  • apólice de seguro de responsabilidade civil facultativa (RCF) em favor de terceiros por danos materiais e danos pessoais, no valor de R$ 25 mil
  • placa vermelha (veículo registrado na categoria aluguel)
  • comprovante de conclusão do curso de formação especializado regulamentado pelo Contran

A motocicleta deve ser de 125 cilindradas ou mais e deve ter, no máximo, 10 anos. Também são exigidos cortador de linha de pipa acoplado, apoio lateral e traseiro para o passageiro. O condutor precisará vestir um colete especial refletivo e, além de usar capacete, precisará ter um capacete disponível para o passageiro.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Moto.Rio: Prefeitura recomeça cadastro de mototaxistas nesta segunda-feira
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui