Motorista é preso por atropelar homem que tentava impedir partida de ônibus

O motorista acelerou e passou por cima do homem que tentava impedir a partida do ônibus logo após o réveillon, na Avenida Nossa Sra. de Copacabana

Foto: Reprodução/TV Globo

Foi preso por policiais civis da 12ª DP (Copacabana) o motorista Valdir das Mercês Junior, de 28 anos, por suspeita de homicídio doloso. O motivo foi o atropelamento de Gilson Castro Silva, de 58 anos, na madrugada de domingo (01/12). O motorista acelerou e passou por cima de Gilson logo após o réveillon, na Avenida Nossa Sra. de Copacabana, na altura da Praça do Lido, na Zona Sul do Rio.

Valdir dirigia um ônibus da linha TR01. Imagens da TV Globo mostram que Gilson estava na frente do veículo, tentando impedir que ele seguisse viagem. Ao lado de fora, outras pessoas também tentavam pegar o ônibus enquanto Gilson segurava o veículo.

Após ameaçar acelerar o ônibus por duas vezes, o motorista avançou e Gilson caiu para trás. Nas imagens, é possível ver que o motorista não para o ônibus mesmo após perceber a queda de Gilson na sua frente.

O atropelamento ocorreu por volta das 5h15, minutos depois da reabertura da via. O trânsito no local estava bloqueado até as 5h, por conta da festa na praia da Zona Sul.

A prisão temporária foi feita nesta segunda-feira (02/12) pela suspeita de homicídio doloso – quando há intenção de matar.

Advertisement

7 COMENTÁRIOS

  1. Nada justifica uma morte. As imagens mostram o rapaz pedindo para o motorista esperar enquanto isso pessoas corriam para não perder aquele ônibus . Quando o motorista saiu de casa ele era sim um homem honrado e trabalhador, quando decidiu ir em frente e atropelar e matar pq não parou , naquele momento em diante tornou se um assassino. Um criminoso. E nada muda realidade. Chamasse a polícia pq o rapaz não o deixava passar, mas não matar. Fora que não estava no horário dele estar ali. Enfim cada um tem sua opinião e eu aqui deixo a minha. Um morto agora vítima, um trabalhador agora criminoso assassino e é isso.

  2. Um Réveillon de erros. Motorista estressado , gente zoando o coletivo , povo sem educação, muita cobrança , sem qualquer tipo de apoio e tudo simplesmente contra..então aparece uma pessoa que que impedir o coletivo de sair. Tragédia certa ! O motorista já havia feito troco das passagens? O pior é quando aparece uma desgraça deste nível , as pessoas só ficam um lado , parece que este povo tem educação Norueguesa …

  3. Bem feito, o cara trabalhando e esses favelados arruaceiros de putaria na rua. Agora o infeliz acabou com a vida do motorista. Ninguem sabe o que os motoristas passam no dia a dia, aturam muita gracinha por uma boa parte desse povo mal educado.

  4. Presenciei este caso. A intenção de matar por parte do motorista foi clara. Ele estava parado e decidiu não só acelerar, passando por cima do rapaz, como ainda arrastou o corpo dele por baixo do ônibus uns 50 metros pra frente. Foi a cena mais horrível que já presenciei. Parecia jogos mortais, foi assustador. Diversas pessoas também presenciaram. E, ao contrário de como foi anunciado, o crime ocorreu as 4h40, antes da liberação do trânsito em Copacabana, e não as 5h15. Só havia o ônibus na via naquele momento.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui