Mulher é presa com lagarto australiano na Barra da Tijuca durante operação da PF

Ação investiga superfaturamento em compras emergenciais de equipamentos para combater a Covid-19, em Duque de Caxias

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Lagarto australiano encontrado na casa da investigada pela Polícia Federal. — Foto: Divulgação/PF

Uma mulher foi presa em flagrante com um lagarto australiano durante uma operação da Polícia Federal na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. A ação foi deflagrada contra a suspeita de superfaturamento em compras emergenciais de equipamentos para combater a Covid-19, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A suspeita é filha de um dos investigados. O animal foi apreendido e ela conduzida à Superintendência da Polícia Federal, no Centro.

Os agentes também apreenderam veículos e relógios de luxo na residência de um dos alvos, além de US$ 6 mil. Ao todo, são 10 mandados de busca e apreensão sendo cumpridos em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense; Bom Jardim, na Região Serrana; além da capital fluminense.

Segundo a investigação, dentre as fraudes apuradas, se destaca o superfaturamento de contratações junto à Prefeitura de Duque de Caxias por intermédio de empresas de fachada. As apurações revelaram irregularidades em processos de dispensa de licitações, que tratavam de compras emergenciais de equipamentos.

Os prejuízos são superiores a R$ 5 milhões. Os policiais federais buscam novos elementos de prova e o cumprimento das ordens judiciais e a descapitalização da organização. Além dos crimes licitatórios, os investigados responderão por associação criminosa, peculato e lavagem de dinheiro.

Advertisement

A Prefeitura de Duque de Caxias ainda não se manifestou.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mulher é presa com lagarto australiano na Barra da Tijuca durante operação da PF
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui