Mulheres candomblecistas sofrem intolerância religiosa em supermercado na Baixada Fluminense

Os insultos teriam partido de um casal supostamente evangélico. O homem chegou a dizer que estava ‘’preocupado com a alma delas’’

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Viralizou na última terça-feira, 03/10, um vídeo onde mulheres candomblecistas aparecem revoltadas após serem vítimas de intolerância religiosa em uma unidade do supermercado Casa do Sabão, na Baixada Fluminense.

Os insultos teriam partido de um casal supostamente evangélico. O homem chegou a dizer que estava ‘’preocupado com a alma delas’’. As vítimas filmaram a ação e não se calaram contra o preconceito.

O caso revela o quanto o direito de exercer a fé afro-brasileira está cada vez mais ameaçado. As mulheres foram atacadas por estarem usando os trajes de sua fé, como poderia ter acontecido com qualquer umbandista ou candomblecista pelo simples fato de caminharem com suas guias no pescoço.

‘’Sei bem o que as nossas irmãs passaram. Já sofri com olhares e piadinhas preconceituosas diversas vezes quando fui ao mercado com roupas religiosas. A gente fica com medo, parece que podemos ser atacados de forma violenta’’, afirmou Mãe Carla da Oxum.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mulheres candomblecistas sofrem intolerância religiosa em supermercado na Baixada Fluminense
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. lamentável que essas religiões protestantes tenham esse pensamento. ser do candomblé é do “dimônio”, mas usar avião da igreja para traficar droge não se fala nada! e o mercado não se posicionou, impedindo este ato em suas dependências. com isso, tem responsbilidade compartilhada com o casal agressor.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui