Museu de Arte do Rio inaugura instalação artística feita por professores de escolas públicas

A partir de residência artística com educadores da rede pública municipal de ensino do Rio, projeto MAR nas Escolas 2022 aborda desafios do cotidiano dos docentes

MAR, Museu de Arte do Rio | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

A segunda edição do projeto MAR nas Escolas, uma ação da Escola do Olhar, vai promover nesta sexta-feira (11/11) o lançamento da instalação de peças sonoras produzidas por educadores de escolas públicas. Durante o projeto de residência artístico-pedagógica, seis professores bolsistas da rede pública municipal de ensino do Rio de Janeiro desenvolveram cinco paisagens sonoras a partir das narrativas coletadas em suas escolas e cotidianos, abordando os desafios que atravessam o fazer docente e apresentando sons dos espaços, dos alunos realizando atividades e do diálogo entre professores.

O objetivo da edição deste ano é desenvolver a construção de relações e trocas pedagógicas entre a Escola do Olhar e os professores em suas comunidades escolares, valorizando os saberes das salas de aula e inspirando as experimentações artísticas como metodologia de ensino e aprendizagem. O MAR nas Escolas 2022 contou ainda com a participação do artista Jarbas Lopes, que atuou como estimulador de experimentações artísticas no campo da educação e também esteve no Museu de Arte do Rio este ano com sua exposição individual “Gira”.

Para a Gerente de Educação e Escola do Olhar, Patrícia Dias, uma das prioridades do projeto MAR nas Escolas 2022 é aproximar o museu da escola a partir da conexão direta e do diálogo com os educadores. “Com a edição MAR nas Escolas 2022, nós conseguimos ter uma escuta ativa e aproximar o museu da escola, e a escola do museu, entendendo assim todas as relações de desafio e como podemos nos conectar mais com o cotidiano das escolas da rede pública. Ao mesmo tempo, o MAR nas Escolas traz esse lugar de pesquisa e de pensar como podemos construir a nossa metodologia de trabalho e a nossa relação com o território da Pequena África. O nosso objetivo maior nesse projeto é valorizar a experimentação do cotidiano de fazer educação”, disse.

Para o Diretor e Chefe da Representação da OEI no Brasil, Raphael Callou, o projeto MAR nas Escolas reforça a busca pela integração entre a arte e a educação: “o nosso diferencial no MAR é que somos um museu que tem uma escola, e uma escola que tem o museu. Nesse sentido, a Escola do Olhar é um dos pilares da nossa atuação, sendo essencial trazer projetos como o MAR nas Escolas que nos aproxima dos professores da rede pública municipal de ensino do Rio de Janeiro. Projetos como esse reforçam a nossa vocação de promover o elo entre a arte, a cultura e a educação”.

Para celebrar o lançamento da instalação, a Escola do Olhar vai realizar uma programação especial. No dia, será lançado o teaser do vídeo institucional do MAR nas Escolas 2022. No mesmo dia, acontece também uma roda de conversa com o tema “Inquietações: construindo caminhos entre a arte e a educação”, com a presença do professor da UERJ, Luiz Rufino; dos seis professores-residentes (Amanda Vendramin, Ayana Dias, Bê Sancho, Geiza Carvalho, Lua Vicentini e Maria de Fátima) e membros da comunidade escolar.

Sobre a Escola do Olhar

A Escola do Olhar é um polo de pensamento e de formação permanentes, voltado especialmente para a prática e a reflexão a partir das relações entre educação e arte. Suas ações buscam aprofundar a dimensão pública do museu, bem como colocar em debate as questões emergentes nos campos da arte e da cultura na contemporaneidade.

  • Serviço:
    Abertura e roda de conversa “Inquietações: construindo caminhos entre a arte e a educação”
    Data:
    Sexta-feira, 11 de novembro, das 14h às 16h
    Local: Pilotis 
  • Ativação da instalação MAR nas Escolas
    Data: Sexta-feira, 11 de novembro, das 16h às 18h
  • Local: Pilotis 
  • Museu de Arte do Rio – MAR
  • Praça Mauá, 5 – Centro
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui