Na falta de troco, valor das passagens deve ser arredondado para baixo, diz acordo

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução/Internet

Nesta terça-feira (06/08), o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva e Defesa do Consumidor e do Contribuinte – Comarca da Capital, assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) no contexto de ação civil pública (nº 0062428-49.2019.8.19.001) ajuizada em 19/03 deste ano.

Assinado pelo Promotor de Justiça Rodrigo Terra e representantes dos consórcios Transcarioca, Santa Cruz, Internorte e Intersul de Transportes, o TAC prevê que, no caso de o motorista não possuir o devido troco, o valor da passagem deverá ser arredondado para baixo. No termo, os 4 consórcios assumem ainda o compromisso de obedecer ao cronograma de 180 dias para conclusão da divulgação desta medida em 100% da frota de ônibus.

Na ação, o MPRJ destaca que o Decreto Municipal nº 7.445/88 e a Lei Municipal nº 129/79 determinam que as empresas prestadoras do serviço de transporte público devem possuir, obrigatoriamente, troco suficiente para atender ao público.

Em caso negativo, a tarifa deve ser arredondada para baixo (regra que não vinha sendo obedecida pelas empresas, conforme foi informado em diversas denúncias de passageiros e confirmado em diligências nas ruas).

Advertisement

Leia também

MP é acionado para investigar manifestantes que declaram apoio ao Hamas na frente da Câmara do Rio

Deputados propõem destinar R$15 milhões da Alerj para 10 municípios afetados por chuvas no RJ

Assinado no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Capital, durante sessão de mediação que resultou em acordo, o acordo prevê, em sua 2ª cláusula, que o não cumprimento dos compromissos implicará o pagamento de multa no valor de R$ 1 mil por dia de atraso.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Na falta de troco, valor das passagens deve ser arredondado para baixo, diz acordo

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui