Na Semana do Pescado, mais de 4 toneladas de peixe serão doadas a famílias em insegurança alimentar

Segundo a FAO, mais de 61 milhões de brasileiros não têm acesso regular à alimentação, sendo que 15,4 milhões passam fome

A Semana do Pescado, que está na sua 19ª edição, arrecadou mais de 4 toneladas de peixe que serão doadas a famílias em situação de vulnerabilidade alimentar. O pescado será destinado ao Setor Cristo Sustentável do Santuário Arquidiocesano do Cristo Redentor e à Agência Humanitária da Igreja Adventista do Sétimo Dia (Adra). A doação acontecerá, nesta sexta-feira (28), às 7h, na Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro, no Centro.

O presidente do Sindicato dos Armadores de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Saperj), Alexandre Guerra Espogeiro, afirmou que, apesar de simbólico, o ato é uma demonstração de que o segmento pesqueiro está atento às dificuldades enfrentadas pela população fluminense. Ele disse ainda que, na Semana do Pescado, a instituição quer tornar evidente o seu compromisso com a responsabilidade social e a segurança alimentar da população.

“O principal objetivo de nossa doação é mostrar que o setor pesqueiro está atento aos desafios de um tempo de crise. É um ato simbólico. A segurança alimentar é uma prioridade para o nosso povo e o pescado tem um papel importantíssimo contra a fome, contra a desnutrição, contra a má alimentação. O pescado é uma proteína de alta qualidade e deve fazer parte do bem-estar de nossa gente. Na Semana do Pescado, estamos buscando não só o aumento de consumo, mas também declarando a nossa responsabilidade social como produtores de saúde e segurança alimentar”, afirmou Alexandre Guerra Espogeiro.

Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), mais de 61 milhões de brasileiros padecem, em algum grau, com a fome. Deste montante, 15,4 milhões enfrentam desafios graves relacionados ao acesso regular à alimentação, apesar de o Brasil ser um dos maiores produtores de pescado do mundo.

A Semana do Pescado, que é considerada pelo setor varejista como a “segunda quaresma” é resultado de uma ação conjunta entre o Sindicato dos Armadores de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Saperj), a Frescato Company e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Energias e Relações Internacionais e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

A Semana do Pescado é uma iniciativa para impulsionar o consumo e a comercialização de peixe nos mais variados segmentos da cadeia de consumo dos setores varejista e do atacado, como: supermercados, restaurantes, feiras livres.

As informações são do jornal O Dia.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui