‘Não sei se é eficiência da Comlurb ou se o povo ficou mais porco’: Eduardo Paes comenta sobre quantidade de lixo nas ruas

A Comlurb recolheu 1,2 milhão de tonelada em coleta de lixo e o prefeito comentou sobre a quantidade de sujeira coletada

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (16/11), o prefeito Eduardo Paes (PSD) aproveitou a apresentação do Plano Verão para 2024 para criticar a atitude dos cariocas que sujam as ruas. Segundo o prefeito, ele não sabe se o resultado apresentado pela Comlurb é por eficiência ou porque “o povo ficou mais porco jogando lixo na rua”.

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) recolheu 1,2 milhão de tonelada em coleta de lixo.

Nós temos alagamento na cidade e pedimos atenção das pessoas para que elas saibam que pode-se limpar ralo, mas se elas jogarem lixo… Eu não falo com alegria que tiramos 1,2 milhão de tonelada de lixo e aumentamos a coleta em 408 mil toneladas, não sei se é eficiência da Comlurb ou se o povo ficou mais porco jogando lixo na rua. Mas é sempre bom lembrar que a cidade tem uma estrutura de 20 mil pessoas dedicadas a limpar a nossa sujeira“, disse, antes de completar.

Não adianta fazer manutenção de rios se o famoso “pombo sem asa” continuar caindo dentro deles. A coleta de lixo está em todas as áreas da cidade. Aliás, ela é ainda mais intensa em comunidades. No Leblon, tem coleta três vezes por semana. Na Vila Kennedy e na Maré, são duas vezes por dia. Aqui é o país mais igualitário do mundo. Para fazer sujeita pode ser rico, pode ser pobre. A gente joga tudo na rua do Rio de janeiro“, finalizou.

Advertisement

O presidente da Comlurb, Flávio Lopes, também falou sobre o descarte de lixo: “infelizmente a população tem o hábito de achar que quando enterra um palito de churrasco na areia, ele desaparece. Isso para a gente é ainda mais difícil porque temos que peneirar a areia, e alguém pode furar o pé. Por isso é tão importante a parceria com a Secretaria municipal de Ordem Pública (Seop) para proibir a venda de vidro na praia“.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp 'Não sei se é eficiência da Comlurb ou se o povo ficou mais porco': Eduardo Paes comenta sobre quantidade de lixo nas ruas
Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Apenas uma duvida cadê os fiscais da Comlurb que ficavam andando pelas ruas multando os porcos . Agora acredito que os ‘POMBOS SEM ASAS ” se multiplicaram e a nossa prefeitura não percebeu ai ficou moleza se desfazer do lixo que produzimos diariamente . E só jogar no meio da rua que vem o profisional da reciclagem que não esta nem ai para a sujeira que vai deixar para a limpeza urbana sugiro mais atenção e volta os fiscais do lixo,

  2. Neste quesito estou 100% alinhado com as palavras do prefeito. Aliás, há tempos venho criticando o PÉSSIMO hábito dos moradores desta parte quente do mundo no trato com o lixo (e em outros quesitos também). Não há desculpas! Nem pobreza, nem riqueza, nem CEP, nem gênero, nem raça, nem crença mística, nem idade, nem nada. SOMOS TODOS PORCALHÕES COMPULSIVOS (com poucas exceções, claro). Chego a achar que nós até gostamos de ver as ruas, as praias, os parques e praças, os espaços públicos em geral emporcalhados com todo tipo de lixo. Se não tiver lixo e não estiver fedendo a fezes e urina, não tem a cara do Rio, segundo a lógica local.

    O motivo pelo qual somos assim exige uma longa análise, mas parece haver entre nós um total descaso com o espaço público e com os outros que nele transitam. É como se nós não nos sentíssemos responsáveis por zelar pela nossa casa e por quem nela habita. Talvez o motivo seja porque, bem lá no fundo, não enxergamos a cidade como extensão da nossa casa e nem os outros como nossos irmãos. A mentalidade que impera aqui é “vou fazer o que é melhor e mais cômodo para mim e os outros que se danem.”

    É realmente uma pena que seja assim É possível mudar esta mentalidade?

  3. Dudu tem razão. O RJ é a porta de entrada do Brasil para turistas e é uma porta imunda. Nunca vi outra cidade tão suja.

    É preciso um trabalho forte de educação nas escolas pra formar cidadãos mais conscientes e multas e controle pesadíssimo.

    Sujou? Limpe e pague uma bela multa.

    A cidade deveria ter mais lixeiras e pontos de coleta também. A preguiça de levar o lixo até a lixeira mais próxima que pode ficar a muitos metros colabora pra isso, infelizmente.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui