Nem voltou e já está de saída: mãe de Henry Borel pede licença médica de 60 dias

Caberá ao poder público investigar a autenticidade do documento, para que a população não seja lesada pela ré

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Monique Medeiros, mãe de Henry Borel - Foto: Reprodução

Monique Medeiros, que retornaria a trabalhar na Secretaria Municipal de Educação, apresentou, nesta segunda-feira (23), um atestado médico solicitando o seu afastamento do cargo por 60 dias.

O documento apresentado pela mãe de Henry Borel, assassinado no apartamento da família em 2021, foi colocado sob suspeição por integrantes da Secretaria de Educação. A entidade deseja saber a procedência do laudo que, caso seja irregular, ensejará as devidas providências administrativas cabíveis.

Por meio de nota, a secretaria adiantou que “o pedido será alvo de análise da secretaria, que quer investigar as razões por trás de licença tão longa e repentina”.

O secretário de Educação, Renan Ferreirinha, destacou que é importante que o poder público investigue a autenticidade do documento, para que a população não seja lesada pela ré, que terá a sua licença custeada pelos cariocas. Na manhã desta segunda-feira (23), Ferreirinha havia dito que, se dependesse dele, Monique Medeiros teria sido demitida do serviço público, por conta da sua participação na morte do próprio filho.

Advertisement

Leia também

Estrangeiros LGBTQIA+ estão comprando todos novos imóveis de Ipanema – Bastidores do Rio

TransBrasil inicia operações neste sábado, da Penha ao Terminal Gentileza

“Além de todo o absurdo envolvendo a morte do menino Henry, temos que garantir que os cofres públicos não sejam lesados, até porque é a população que paga o salário desta servidora. A população está indignada com razão e essa indignação também é minha, disse o secretário. Na manhã desta segunda-feira, o secretário já havia disparado que se dependesse somente dele, ela já teria sido demitida,” disse o secretário.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Nem voltou e já está de saída: mãe de Henry Borel pede licença médica de 60 dias

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. Todo beco sem saída tem uma passagem secreta. Acredito. Quem sabe ela tentou usar a porta secreta , mais se deu mau . Pelo que dez ou ajudou a fazer tuto que vier dela sera motivo de desconfiança até prove o contrario coisa que sera meio difícil .

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui