Niterói ganha sistema de Bicicleta Compartilhada com promessa de início em março

A implementação vai ocorrer de forma gradual, começando com 15 estações na primeira etapa e expandindo para o restante até meados de 2024

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
O projeto conta com 50 estações - Foto: Divulgação

A Prefeitura de Niterói vai divulgar, ainda esta semana, o tão esperado edital para o lançamento do sistema de Bicicleta Compartilhada, representando um grande avanço na mobilidade urbana da cidade. Com um investimento anual estimado em cerca de R$ 8,5 milhões, o projeto conta com 50 estações, das quais 46 serão destinadas a adultos e 4 para crianças, totalizando 600 bicicletas.

As estações estarão estrategicamente distribuídas em um raio de 5 km do Centro de Niterói. Bairros como Icaraí, São Lourenço, Barreto, Ingá, São Domingos, Gragoatá e Boa Viagem serão contemplados, proporcionando maior mobilidade e facilidade de acesso.

Nesta fase inicial, a prefeitura vai arcar com os custos do serviço, oferecendo viagens gratuitas de até 1 hora. Ultrapassando esse período, será aplicada uma multa proporcional. Além disso, há planos de integração com empresas locais, possibilitando a instalação de estações patrocinadas, ampliando a área de cobertura e reduzindo os custos municipais.

A previsão é que as propostas das empresas interessadas sejam recebidas 15 dias após o lançamento do edital. Seguindo o cronograma, as primeiras bicicletas compartilhadas estarão nas ruas em março. A implementação vai ocorrer de forma gradual, começando com 15 estações na primeira etapa e expandindo para o restante até meados de 2024.

Advertisement

Leia também

Proposta do BNDES para o Centro do Rio inclui calçadões e parque no Canal do Mangue

Há quarenta anos fazendo fantasias com materiais recicláveis, ex-empregada doméstica se destaca em concursos e tem fotos espalhadas pelo mundo

O uso das bicicletas será facilitado por meio de um aplicativo exclusivo, que permitirá desbloquear as bicicletas. O edital prioriza a manutenção e a disponibilidade do sistema, garantindo que as bicicletas estejam em boas condições e disponíveis durante a maior parte do tempo de operação.

Em consonância com as diretrizes do Plano Nacional de Mobilidade Urbana e do planejamento urbano de Niterói, o sistema de bicicleta compartilhada é reconhecido como um serviço público, conforme avaliação do prefeito Axel Grael.

“O uso das bicicletas nas ruas de Niterói já está consolidado. Havia muito ceticismo quando falávamos em tornar Niterói uma cidade para a bicicleta. Hoje, isso é uma realidade. A cidade está cada vez mais abraçando a causa da sustentabilidade, e a implementação do serviço de bicicletas compartilhadas é mais uma ação nesse sentido, proporcionando maior mobilidade para a população de forma ambientalmente limpa, além de ser um serviço com um viés social importante, pois será acessível a todos”, assegura o prefeito.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Niterói ganha sistema de Bicicleta Compartilhada com promessa de início em março

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui