Niterói lança cartilha antirracista e curso online sobre igualdade social

Ação pretendo ampliar a discussão sobre o enfrentamento ao racismo e o respeito racial

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação/Prefeitrua de Niteroi

Na próxima terça-feira, (21/03), data em que se comemora o Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial e também o Dia Nacional das Tradições Africanas, a Prefeitura de Niterói organizou uma homenagem no auditório do Caminho Niemeyer, às 09h30, com a entrega de duas iniciativas em prol da luta pela causa negra.

Como parte das comemorações, haverá o lançamento da cartilha antirracista e do curso online sobre igualdade racial para os servidores da Prefeitura de Niterói. O curso é gratuito e ficará disponível na plataforma da Escola de Governo e Gestão de Niterói, a EGG. Para os profissionais da Educação, a carga horária é de 20 horas e engloba temas como legislações, práticas e pedagogias antirracistas no Brasil, com olhar específico sobre as relações étnico-raciais na escola, em particular na cidade de Niterói. Para os demais servidores, a carga é de 12 horas e aborda a igualdade racial na administração pública como a reserva de vagas para negros no serviço público municipal, entre outros temas.

A subsecretária da Subsecretaria de Promoção da Igualdade Racial, Supir, Glória Anselmo, destaca a importância do evento.

Amplia a discussão sobre a urgência do enfrentamento ao racismo, evidenciando a data de 21 de março como um marco internacional da luta por igualdade e respeito racial. Vamos realizar duas entregas importantes. A cartilha antirracista vai orientar educadores, gestores e a sociedade civil a trilhar os caminhos contra a desigualdade racial. O curso também será uma poderosa ferramenta de gestão da Prefeitura de Niterói para coibir o racismo, enfrentar as violações e proteger os direitos de todos os cidadãos”, afirma.

Advertisement

Leia também

Aterro Restaurado e o Fim do Pulinho de São Conrado

Centro do Rio: estacionamento que virou bar irregular inferniza moradores, comerciantes e desrespeita Prefeitura

A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Direitos Humanos, por meio da Subsecretaria de Promoção da Igualdade Racial (Supir), Secretaria de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle de Niterói (Seplag), Coordenadoria de Políticas e Direitos das Mulheres e da Gestão da Igualdade Racial da Universidade Federal Fluminense UFF) e conta com o apoio da União de Negras e Negros Pela Igualdade de Maricá (Unegro) e do Fórum Municipal das Mulheres Negras de Niterói (FMMN-NIT).

O evento terá como convidadas duas ativistas do movimento negro: a fisioterapeuta, defensora da saúde da população negra e diretora da Unegro (União de Negras e Negros Pela Igualdade) de Maricá, Luciane Vieira e a socióloga, professora e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa e Formação em Raça, Gênero e Justiça Racial do Cebrap, o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, Flávia Rios.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Niterói lança cartilha antirracista e curso online sobre igualdade social

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui