No 1° de maio, conheça histórias inspiradoras de pessoas que conseguiram transformar as suas vidas por meio do trabalho

#Publieditorial -Com foco no desenvolvimento de seus colaboradores, Águas do Rio promove o crescimento sustentável e incentiva mudanças positivas na sociedade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Thayná Costa e Charles Luiz Monteiro (Foto: Divulgação Águas do Rio)

Thayná vendia balas no Centro de São Gonçalo e Clayton fazia bicos como ajudante de mestre de obras. Duas histórias reais de pessoas que tiveram suas trajetórias de vida alteradas com a chegada da Águas do Rio no estado do Rio de Janeiro. Em quase três anos de operação e com mais de 15 mil empregos gerados nos 27 municípios de sua área de concessão, a empresa complementa o ditado popular que diz que o trabalho dignifica o homem: ele também transforma vidas.

“Ao investir no desenvolvimento dos colaboradores, a empresa não apenas beneficia o indivíduo, mas contribui para o desenvolvimento do mercado de trabalho e da economia local, criando um ciclo de crescimento sustentável que beneficia todos os envolvidos”, explica o diretor de Recursos Humanos, Rodrigo Ronzella.

 No Dia do Trabalhador, jornadas de superação e mudanças positivas se destacam no ambiente da Águas do Rio. Entre as muitas histórias inspiradoras que marcam a curta trajetória da empresa está a de Thayná Costa, agente de saneamento, de 22 anos. A jovem, moradora de Itaboraí, durante quatro anos alternou os estudos com a venda de balas pelas ruas do Centro de São Gonçalo, município vizinho e mais movimentado. O ofício ajudava a complementar a renda familiar e sustentar os dois filhos pequenos. A transformação veio pelas mãos de Charles Luiz Monteiro, que trabalha como coordenador de Serviços na Águas do Rio e estava promovendo um processo seletivo para formar uma equipe de agentes de saneamento.

“Quando vi aquela jovem na rua, vendendo bala, percebi muita força de vontade e determinação para mudar aquela realidade. E é de pessoas com esse perfil, batalhadoras, que precisamos no time”, afirma o coordenador.

Advertisement

Depois de ter sido contratada, Thayná conseguiu concluir o ensino médio, tirou a carteira de habilitação e segue em busca de oportunidades de crescimento dentro da empresa.

“Trabalho perto de casa, continuo estudando e não paro mais. Quero evoluir, fazer faculdade. Agradeço muito a Deus, ao Charles e à Águas do Rio por terem me acolhido”, conta Thayná.

Segundo Rodrigo Ronzela, ao proporcionar oportunidades de ascensão profissional, a Águas do Rio fomenta um sentimento de pertencimento que se reflete na produtividade e no clima organizacional da companhia.

 “O estímulo aos colaboradores reflete a filosofia da empresa que, além da atuação ambientalmente responsável, tem o compromisso contínuo com o desenvolvimento humano e social das comunidades onde atua”, afirma o diretor.

Em mais uma história de superação, Clayton Guilherme, de 38 anos, trabalhava como bombeiro hidráulico e fazia bicos de ajudante de mestre de obras. Ele não vislumbrava evolução na função, até se deparar, em 2021, com as ações do programa Vem Com a Gente (VCG), que atua na regularização do acesso aos sistemas de água. Morador de Parque Arará, em Benfica, Claytão, como é chamado, viu a realidade do lugar onde mora mudar, graças ao programa, e também ao trabalho dele.

Comunidades . Cleyton No 1° de maio, conheça histórias inspiradoras de pessoas que conseguiram transformar as suas vidas por meio do trabalho
Clayton Guilherme (Foto: Divulgação Águas do Rio)

“Comecei trabalhando na implantação de novas redes de abastecimento nas comunidades da Mangueira, Parque Arará e proximidades. Em pouco tempo, fui promovido a supervisor e hoje sou um dos coordenadores do VCG”, conta Clayton. “É gratificante ver a realidade do local onde moro mudar para melhor.”

 Para apoiar a evolução nas carreiras de Thayná, Clayton e demais funcionários, a Águas do Rio dispõe da Academia Aegea, plataforma de ensino da Aegea, grupo ao qual a empresa pertence. A Academia oferece cursos para desenvolver e fortalecer as habilidades e competências dos colaboradores.

“É um olhar para a inclusão social, para a diversidade de raça e de gênero, e para a criação de oportunidades, alinhados ao nosso compromisso de gerar ciclos virtuosos e prosperidade compartilhada”, finaliza Ronzella.  

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp No 1° de maio, conheça histórias inspiradoras de pessoas que conseguiram transformar as suas vidas por meio do trabalho
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui