Nova agulha na Avenida Brasil de acesso à Penha já reduziu em 15% o congestionamento na pista lateral

Os números aferidos pela CET-Rio também identificaram que a agulha permitiu melhor distribuição dos diferentes fluxos naquele trecho

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Com base na contagem volumétrica efetuada pela CET-Rio na semana anterior, observou-se que mais de 6.500 veículos adotaram a recém-inaugurada faixa de tráfego na Avenida Brasil, direção Centro, após a Passarela 17. Esse volume corresponde a aproximadamente 15% do total de veículos em circulação na via central, no mesmo ponto de referência. Esses dados validam a eficácia da nova rota disponibilizada, demonstrando sua utilidade como uma alternativa viável para acessar à Penha e áreas adjacentes.

Além das melhorias para aqueles que seguem para a Penha, os números aferidos pela CET-Rio também identificaram que a agulha permitiu melhor distribuição dos diferentes fluxos naquele trecho, sendo verificada uma redução no volume de tráfego na pista lateral, no trecho anterior à Rodovia Washington Luiz, no horário de maior movimento pela manhã, entre 7h e 10h, beneficiando todos os que circulam por lá.

A nova agulha liga a pista central à pista lateral, otimizando o acesso dos motoristas à Avenida Lobo Júnior e reduzindo o seu tempo de percurso. As obras da agulha foram concluídas no último mês e foram realizadas através de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Conservação e a CET-Rio, que implantou sinalização para orientar os motoristas, indicando a nova possibilidade de acesso.

O grande problema para os condutores que vinham da Zona Oeste do Rio com destino à Penha era ter como único acesso ao bairro a mesma agulha de acesso para a Rodovia Washington Luiz, além de ter que permanecer por 1,5km na pista lateral, concorrendo com veículos numa pista com duas faixas e volume de 7.500 no pico da manhã, das 7h às 10h.

Advertisement

“A nova agulha não só melhorou o acesso ao bairro da Penha como também o acesso de entrada e saída da rodovia” declarou o Presidente da CET-Rio, Joaquim Dinis.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Nova agulha na Avenida Brasil de acesso à Penha já reduziu em 15% o congestionamento na pista lateral
Advertisement

9 COMENTÁRIOS

  1. Se os engenheiros de trânsito andassem mais pela cidade do Rio ou abrisse um canal para ideias de motoristas muitos problemas seriam solucionados ,essa agulha pra penha eu já havia alertado a muitos anos assim como vários pontos de ônibus antes de semáforo importantes

  2. Motoristas de ônibus são responsáveis pelo congestionamento na chegada da Washington Luiz à Av. Brasil, pois param para embarque e desembarque na passarela 17, sendo que o ponto fica mais adiante em recuo em frente à Vezzo Móveis

  3. Agora só falta retirar as tampas de galerias na pista de baixa, tem algumas que são pronfundas até para ônibus/caminhões. Linha vermelha é só remendos, as cabeceiras dos viadutos parecem lombadas. Via Ligh é só buracos. A cobrança de perfeição é somente nos motoristas, enquanto nos reparos e conservação das estradas. …

  4. Os Engenheiros de tráfego no Rio, acabaram de sair do maternal. Não sabem o básico. Estrada do Tindiba, Taquara… semáforo fica antes da faixa de retenção e pedestres. Quando digo antes é coisa de passar 3 carros do semáforo e parar na faixa de pedestres… incrível. Coisas que só acontecem no RJ.

  5. Eu e meu pai sempre falavamos de ter uma agulha ali, pois realmente ficava muito congestionado no acesso para washigton luiz e a outra agulha mais proxima era em Olaria. Até que enfim fizeram algo de bom.

  6. Aqui no Brasil só aconteçe coisas sobrenaturais…. conheço a av. BRASIL desde quando vc a atravessava a pé para ir na praia de Ramos… era uma RETA os “especialistas, engenheiros, técnicos em transito… e toda essa turma de entendisos” conseguiram algo que nem a NASA conseguiria…. encheram essa RETA com CURVAS!! parece até as curvas da estrada de Santos!! Meu Deus!!! Que gente que sabe destruir algo bom e construir essa vergonha atual… lamentável essa geração atual!!! ?

  7. A cet rio e prefeitura também deveria fazer as vistorias nas agulhas da pista lateral para a central no meu ponto de vista quem está na do meio ou na principal tem a preferência e visse e versa o que acontece na agulha da pista lateral para a central na altura de Irajá próximo do posto Shell e chegando na via Dutra é um erro claro de engenharia deixaram a agulha com preferência pra quem sai da pista lateral pra central como se fosse a principal,sem contar que fizeram as obras e deixaram a pista central nessa altura mais estreito e não passa dois caminhões ou ônibus junto, acho até que um carro e um caminhão não passam juntos,estão fazendo pistas estreitas e com agulhas totalmente erradas .só a reportagem ir lá e ver que quem sai da pista lateral para a central tem a pista como se ele fosse o preferencial e no que eu entendo quem sai de uma via pra entrar em outra deveria dar a preferência e não ao contrário, parabéns por abrir esse espaço.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui