Nova versão do ‘Mapa Cultural da Rocinha’ revela surgimento de iniciativas sociais na comunidade

O levantamento realizado pelo Fala Roça, associação de comunicação da Rocinha, identificou mais de 150 iniciativas culturais na comunidade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Nesse sábado (14/01), às 10h, no Auditório da Biblioteca Parque da Rocinha, será realizado o lançamento da nova versão do Mapa Cultural da Rocinha, realizado pelo Fala Roça e apoiado pela Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Fomento à Cultura Carioca (FOCA).

O mapeamento feito por moradores identificou mais de 150 iniciativas culturais, mostrando o potencial sociocultural e de economia criativa da Rocinha. As informações ficarão disponíveis em um mapa virtual onde as pessoas poderão acessar livremente.

Uma das descobertas revelou que muitas iniciativas culturais foram criadas ou são coordenadas por mulheres. Além disso, a oferta de aulas de reforço escolar foi identificada em várias organizações locais para suprir os impactos da pandemia de Covid-19 que afetou a rede escolar de ensino.

Somente no Rio de Janeiro existem mais de mil favelas. Em 2013, o termo “favela” foi removido pelo Google dos mapas digitais, gerando uma sensação de exclusão das favelas como parte da cidade e ignorando as milhares de pessoas que vivem nesses locais. E em 2017, o Instituto Pereira Passos apagou favelas do mapa turístico da cidade em folhetos que eram distribuídos pela Riotur para turistas. Partes da Rocinha, Dona Marta, Babilônia e Cantagalo foram substituídas por florestas ou espaços vazios.

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Visando contornar o apagamento, a primeira versão do Mapa Cultural da Rocinha surgiu em 2015 e foi feita com o auxílio de um aparelho celular e um aplicativo de GPS para identificar as coordenadas geográficas, já que não há como localizar as iniciativas culturais porque, historicamente, a favela não tem CEP (quando existe). Na época, cerca de 100 iniciativas culturais foram identificadas pelo Fala Roça.

  • Serviço: Fala Roça lança nova versão do Mapa Cultural da Rocinha
  • Data: 14 de janeiro de 2023
  • Horário: 10h
  • Local: Auditório da Biblioteca Parque da Rocinha
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Nova versão do 'Mapa Cultural da Rocinha' revela surgimento de iniciativas sociais na comunidade

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui