Novo Plano Diretor do Rio foi discutido no Encontro da Construção Civil 2022

Discussões sobre a legislação dominaram o evento, promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil, pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção e pelo Serviço Social da Indústria da Construção

Foto: Divulgação

As conversas em torno do novo Plano Diretor do Rio de Janeiro dominaram o Encontro da Construção Civil 2022, promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-Rio), pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção (Sintraconst-Rio) e pelo Serviço Social da Indústria da Construção (Seconci-Rio). O evento foi aberto pelo governador Claudio Castro, que destacou a importância do setor na geração de empregos no estado.

Presidente do Sinduscon-Rio, Claudio Hermolin lembrou da necessidade de segurança jurídica do investimento para um negócio de tão longa maturação, como o setor da construção civil. Ele conduziu painel com o presidente da Comissão Especial do Plano Diretor, o vereador Rafael Aloisio Freitas, o presidente da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-RJ), Marcos Saceanu, e a gerente de Macroplanejamento da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano (SMPU), Valéria Hazan.

A revisão do Plano Diretor de 2011 é um processo transparente e legitimado, que contou com a participação de diversas instituições, do Ministério Público e da sociedade civil como um todo, presentes a mais de 20 audiências públicas realizadas pela Câmara Municipal”, destacou Rafael Aloisio Freitas. O vereador acrescentou, ainda, que a última audiência vai acontecer no próximo dia 23, para debater as emendas ao novo Plano Diretor, enviado pelo executivo ao legislativo. “O Plano Diretor uniu os setores privado, Câmara e Prefeitura, na troca de ideias”, destacou Marcos Saceanu.

Também participaram do evento o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, que reclamou do aumento dos custos do setor, e o economista Eduardo Giannetti, que traçou o atual momento da economia e as perspectivas políticas e econômicas para o Brasil.

“Para o país continuar crescendo é preciso investimento em capital de giro, máquinas e equipamentos, infraestrutura e capital humano”, disse Giannetti. Ao final do encontro, Claudio Hermolin foi eleito presidente do conselho consultivo do Seconci-Rio para o biênio 2022/2024 e entregou o prêmio Construção Legal para as empresas Dimensional, Cury e Cyrela.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui