Novo restaurante em Copacabana traz receitas inspiradas nos temperos de família

Foto: Joca Vidal

Tocado pela chef Manu Monteiro, o Cotí é inspirado em receitas de família e na cozinha asiática. O restaurante funciona no Centro Comercial Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Mais precisamente na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, no número 581, na Loja 202. E funciona de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 18h15.

Após uma viagem para a Ásia, em 2019, a chef incorporou muitos temperos da região em sua rotina, o que deixou a comida cotidiana muito mais deliciosa. “A ideia do Cotí é proporcionar alegria no cotidiano das pessoas através da comida e trazer esse aconchego que uma boa comida caseira proporciona”, disse.

Manu, que é moradora do bairro há 6 anos, acredita ser a localidade mais cosmopolita da cidade. “Aqui tem turistas, idosos, muita gente morando sozinha em conjugados. Essas são exatamente as pessoas que eu quero abraçar com a minha comida. São aqueles que não tem muito tempo para cozinhar uma comida sem processados, sem temperos prontos e que seja acessível, simples e saudável”, comenta a chef Manu.

Entre os destaques do menu estão os currys, como o de frango, com pasta de curry feita na casa, peito de frango, abobrinha, cenoura, leite de coco, coentro e arroz branco (R$30). Há também versões com camarão (R$37) e a vegana, com grão de bico, shitake e legumes (R$30). Já os pratos do dia trazem também bowls como os de camarão (R$38), frango (R$32) ou kafta (R$32).

No local, também há a possibilidade de montar o seu próprio “PF” com frango, carne assada e tilápia (entre R$21 e R$28) ou pedir já montados como o filé de sobrecoxa com creme de milho e palha de alho poró (R$35) e filé de tilápia com purê de abóbora, arroz e crispy de couve (R$37). Entre as saladas, a boa pedida é o salpicão vegano (R$30) e a salada oriental (R$30).

Outros destaques são as saladas, quiches, salgados e bebidas como “suchás” de capim limão, abacaxi e hortelã e morango com hibisco (R$8), além de mate (R$6).

Sobre a chef:

Amante da cozinha e das receitas de família desde sempre, se formou em comunicação social com habilitação em cinema pela PUC-RJ, em 2009. Porém, em 2014, começou a se interessar e a idealizar trabalhar com gastronomia e foi para Nova Iorque fazer cursos livres no Natural Gourmet Institute.

Em 2018, fez pós em gastronomia e cozinha autoral pela PUC-RS e em 2019 viajou pela Ásia, para estudar e se aprofundar nos temperos regionais.

Durante a pandemia, achou que era a oportunidade de fazer a transição de sua carreira, mas o momento só chegou ao final de 2022, com a abertura do Cotí.

Serviço: Cotí

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui