Novos empreendimentos impulsionam o crescimento populacional da Região Central

Até 2027, a região deverá dobrar sua população de residentes, que atualmente conta com cerca de 12.000 moradores

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Nesta última quinta-feira (04/02), o lançamento do maior residencial do Porto Maravilha, o Residencial Heitor dos Prazeres, no bairro do Santo Cristo, despertou grande expectativa e entusiasmo entre os cariocas. Com 1.782 unidades distribuídas em fases, o empreendimento não apenas altera a paisagem urbana, mas também marca um renascimento para uma área que por décadas foi predominantemente comercial e industrial. Este é o 12º empreendimento a ser construído na região, trazendo um influxo significativo de novos moradores.

Enquanto isso, o Centro do Rio se prepara para uma transformação demográfica sem precedentes. Até 2027, a região deverá dobrar sua população de residentes, que atualmente conta com cerca de 12.000 moradores. Somente até o final deste ano, está prevista a mudança de mais 4.000 pessoas para as novas unidades residenciais na área, com mais 8.000 moradores esperados nos anos seguintes.

O projeto Reviver Centro II, sancionado pelo prefeito Eduardo Paes em outubro de 2023, oferece incentivos à construção de moradias na região, incluindo a isenção do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis e de Direitos (ITBI). Atualmente, cerca de trinta projetos estão em licenciamento pelo programa, totalizando 1.150 unidades residenciais, das quais 800 já foram vendidas.

Uma análise dos novos moradores revela uma diversidade de origens. Apenas 19% deles já viviam no Centro, enquanto os demais vêm das zonas Sul (5%), Norte (38%), Oeste (23%) e Baixada Fluminense (15%). Além do Porto Maravilha, novos empreendimentos residenciais estão surgindo em outras partes do Centro, como nas ruas Gonçalves Dias e Buenos Aires, contribuindo para a revitalização e o crescimento da região.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Novos empreendimentos impulsionam o crescimento populacional da Região Central
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui