Número de ressacas no mar do Rio pode aumentar este ano devido ao fenômeno La Niña

Segundo relatório da National Oceanic and Atmospheric Administration, é possível que os efeitos do fenômeno voltem a se fazer sentir entre julho e setembro deste ano

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Vista aérea da Praia de Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro - Foto: Rafa Pereira/Diário do Rio

Segundo especialistas, a ocorrência de ondas fortes deve aumentar em 2024, sobretudo por conta do fenômeno climático conhecido como La Niña. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo. Segundo relatório da National Oceanic and Atmospheric Administration, uma instituição ligada ao governo norte-americano, é possível que os efeitos do fenômeno voltem a se fazer sentir entre julho e setembro deste ano.

Segundo levantamento divulgado pela Marinha, em 2023 foram registrados 19 avisos de ressaca no estado. Neste ano, só até maio, o número chegou a dez.

Segundo especialistas, a faixa da orla mais vulnerável ao impacto de ondas fortes é a Praia da Macumba, no Recreio, Zona Oeste da cidade. A área urbana daquela região já teve afundamento do calçadão, e pelo menos dois quiosques desabaram nos últimos anos.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Número de ressacas no mar do Rio pode aumentar este ano devido ao fenômeno La Niña
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui