O ausente presidente da Riotur – Bastidores do Rio

Como será o almoço de família dos Amorim; o sucesso do Reviver Cultural; crescimento do Novo no estado do Rio; o fogo amigo de Caxias contra Otoni de Paula

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Almoço de Família
Candidato a prefeito pelo União Brasil, Rodrigo Amorim não pode contar com um voto importante: o do próprio irmão, o vereador Rogério Amorim.

Almoço de Família II
Não há nenhum problema entre os dois, que têm uma relação ótima. O motivo é que Rogério é filiado ao PL e já declarou ser um homem fiel ao partido, apoiando Alexandre Ramagem.

Por que?
No importante lançamento turístico dos QR Codes no Centro Histórico, uma ausência foi sentida: a do presidente da Riotur, Patrick Correia.

Por que? II
De Alagoas, Patrick talvez não compreenda a importância do Centro para a história do Rio, do Brasil e para o turismo.

Advertisement

Por que III?
Na plenária de posse da nova diretoria da LIESA, realizada ontem, a grande surpresa foi a ausência, novamente, do novo presidente da Riotur, autarquia responsável pelo Carnaval do Rio.

Por que IV
O presidente Patrick Correia, após ser homenageado com um belo jantar na noite anterior, oferecido por Gabriel Anisio, que assumiu a presidência da LIESA, inexplicavelmente não compareceu, sendo representado apenas pelo seu vice, Gustavo Mostof, herança da gestão anterior.

Reviveu
O Reviver Cultural já é um sucesso, com várias casas abrindo e com potencial de se manterem após o fim da ajuda da Prefeitura.

Reviveu II
É o caso da Casa Tucum, na Rua do Rosário, dedicada a mostrar a arte dos povos originários do Brasil. Além disso, vende produtos lindos que os “gringos” vão adorar.

Que VIP?
Serão quase oito mil VIPs no show da Madonna. Isso conta como VIP?

Dez Vezes
No fim da janela partidária, o Novo ganhou mil filiados no Estado do Rio. O partido terá 700 candidatos a vereador este ano, um número dez vezes maior que em 2020.

Dez Vezes II
Quem anda liderando esse crescimento é Bruno Kazuhiro, oriundo da Escola Cesar Maia. E o objetivo é a longo prazo, estar acima da linha de corte em 2026.

Fogo Amigo
Esta coluna não sabe até quando o pré-candidato a prefeito do Rio, deputado Otoni de Paula, vai suportar o fogo “mui amigo” que vem de Caxias.

Fogo Amigo II
Mas, uma coisa podemos afirmar: ele é o candidato mais resiliente e paciente de todos que estão aí.

Fogo Amigo III
Paciência à parte. Quem assiste aos vídeos de Otoni percebe que ele está cada vez mais contundente em suas críticas a Eduardo Paes.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp O ausente presidente da Riotur - Bastidores do Rio
Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. Outra coisa, o Dep. Carlos Mink está organizando uma audiência pública, na ALERJ, com ex-traficantes, pra defender a saidinha??? Absurdo!

  2. Sobre o Bruno Kazuhiro, o NOVO tá tucanando, né? Desde a candidatura de Carmen Migueles que reparei isso. Vai entrar na escola Cesar Maia e do filho Nhonho, que queriam uma direita “moderna”, do “século XIX”. Esses caras não entendem que o PSDB, hoje um partido minúsculo, fazia as vezes de “direita”. Isso acabou. Ou o NOVO toma tenência ou vai ser, no máximo, o atual PSDB. A verdade é que impediram o aparecimento de uma partido de direita verdadeiro. Esse do PL, do Waldemar, faça-me o favor…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui