Foto: Reprodução - meramente ilustrativa

As obras estruturais no Cais da Gamboa, trecho mais antigo do Porto do Rio de Janeiro, inaugurado em 1910, tem início previsto para 2021. Com valor estimado em R$195 milhões, o edital de convocação da empresa que irá realizar as obras encontra-se no site da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), que divulgou a informação na última terça-feira, dia 15/12.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

O objetivo da realização das obras é permitir o aprofundamento de berços de atracação e viabilizar operação com navios de maior porte e comportará uma faixa do Cais da Gamboa, numa extensão de 600 metros entre os cabeços 100 e 124. A fiscalização será feita pela Superintendência de Engenharia da Diretoria de Gestão Portuária da CDRJ.

De acordo com o superintendente de Engenharia, Roberto Catalão, “os estudos realizados confirmam a viabilidade técnica, socioeconômica, financeira e ambiental dessa intervenção, que não vai modificar as condições atuais do meio ambiente e manterá as características básicas do cais existente”.

Já o diretor de Gestão Portuária da CDRJ, Mário Povia, ressaltou que, após a execução das obras de modernização do cais, a empresa pretende realizar a dragagem do trecho: “Para o desenvolvimento de novos negócios e melhoria das condições de atratividade do porto, é imperativo o aumento do calado operacional dessa área, que passará a receber navios de maior porte, permitindo a otimização do uso de uma infraestrutura que é fundamental para o Porto do Rio de Janeiro, que a partir de então estará apto a captar novas cargas e novas linhas de navegação, inclusive dando lastro a outras conquistas do cluster portuário, como a instalação do sistema VTMIS, a introdução do calado dinâmico e a navegação noturna no canal de acesso, reduzindo os custos operacionais em razão de um significativo aumento de eficiência”.

A obra será dividida em etapas que incluirão a execução de estacas para dar suporte à nova viga de coroamento do cais; injeção de nata de cimento ou de solo cimento que funcionará como uma parede de contenção para impedir a erosão abaixo do muro do cais; vigas de coroamento, uma sobre o cais atual e outra a cerca de 5 metros, apoiada nas novas estacas; e lajes pré-moldadas com capa de concreto, que serão apoiadas nas vigas de coroamento. A perspectiva de conclusão é de um ano, após contratação da empresa vencedora no procedimento de licitação, que já está em andamento.  

O superintendente de Gestão Portuária do Rio de Janeiro e Niterói, Leandro Lima destaca que com as obras será possível captar um maior fluxo de cargas. “Esse trecho do Cais da Gamboa tem uma grande vocação para movimentar diversos tipos de carga geral e granéis, como por exemplo: trigo, ferro gusa, concentrado de zinco, cargas de apoio às atividades offshore, entre outros. Com a modernização do cais e o aprofundamento do acesso aquaviário, esse mix de cargas será mais variado e rentável, podendo até duplicar a demanda”, pontuou Leandro.

Vanessa Costa
Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

2 COMENTÁRIOS

  1. Mas esse trecho não seria liberado ao público? Como vai haver o convívio de um porto ativo em conjunto com o Boulevard? Também levando em conta que vários galões já perderam o status industrial e hoje abrigam outras atividades, sendo essa a tendência de consolidação.

    Achei um medida regressora, acredito que uma expansão pro caju seria mais interessante pra cidade; há possibilidades de ampliação portuária no trecho entre a cidade universitária e o cuju.

  2. De uns tempos pra cá só leio a manchete que encabeça a matéria e procuro outro lugar que a publicou também, pois que o Diário do Rio está insuportável de tanta propaganda, só tendo paciência quem não tem nada mais pra fazer.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui