O que esperar do mercado cripto em 2023?

CEO da Braiscompany, Antonio Neto Ais, falou sobre as perspectivas e desafios que o setor deve enfrentar neste ano

O ano de 2022 foi marcado por inúmeros desafios para quem está exposto ao mercado cripto, com impactos negativos causados por uma forte crise econômica mundial, derrubando os preços dos principais criptoativos do mercado, como por exemplo, o bitcoin (BTC), ethereum (ETH) e binance coin (BNB).

Mas, e em 2023? O que esperar desse mercado? Essa é uma pergunta recorrente e por isso fomos consultar nossos especialistas para respondê-la.

Em primeiro lugar é preciso compreender que o mercado cripto não está descolado de outros mercados e da economia mundial, desta forma, também sofre com os impactos do cenário macroeconômico. E quando falamos em macroeconomia, o ano de 2023 ainda promete ser bastante incerto.

Nos Estados Unidos, a tendência é que a política de aperto monetário continue, com o aumento na taxa básica de juros. Na Europa, existe o medo de uma recessão econômica severa, o que tem deixando os mercados com um tom mais pessimista, como explica o CEO da Braiscompany, Antonio Neto Ais.

“Até então o que posso dizer é que para este ano não teremos grandes novidades, o interesse em derivativos permanece bem baixo, os níveis de negociação também seguindo na mesma linha e não estamos vendo interesse de Big players em acumular mais bitcoins na zona de preço atual, sem contar que Powell o presidente do FED já deixou bem claro que pretende continuar o aperto monetário ao longo do ano para conter a inflação”, comentou.


Mercado oferece oportunidades

Ainda de acordo com Antonio Neto Ais, o momento do mercado cripto requer cautela para quem investe, mas também abre janelas de oportunidades para quem busca estudar mais a fundo os projetos desse ecossistema, trazendo a chance de obter bons retornos.

Antonio Neto Ais



“ O ano de 2023 está começando e o mercado já mostra oportunidades. Porém, é importante lembrar do cuidado que se deve ter na alavancagem que ainda é o fator que mais elimina entusiastas e traders do mercado. É importante também mudar a ótica e ver as oportunidades de acumular ativos em preços extremamente baratos. Falo isso no mercado de à vista (spot)”, finalizou.

No contexto geral, a expectativa é que 2023 ainda seja um ano de desafios para o universo cripto, assim como para outros mercados também. Contudo, o período também tende a ser uma preparação para o próximo ciclo de alta dos criptoativos, algo bastante comentado entre os especialistas e que deve elevar bastante o preço dos projetos que possuem consistência e bons fundamentos nesse mercado. 

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui