James Bond no BondinhoEm um período em que o Rio é cenário de dois futuros blockbusters (Rio e Velozes & Furiosos 5) vale a pena ir na Caixa Cultural (Av. República do Chile, 230) onde acontece a partir de amanhã e vai até o dia 27 de fevereiro a mostra O Rio de Janeiro Segundo o Cinema.

 

O objetivo é expor a forma que filmes nacionais e estrangeiros retratam a nossa cidade. A mostra vai desde o americano “Voando para o Rio” de Thornton Free-Land de 1932, até o mais recente “Olhar Estrangeiro”, de Lucia Maurat de 2005.

 

E o estilo de filme é, no mínimo, eclético de “Cidade de Deus”, passa pelo clássico “Orfeu Negro”, o soft-pornô “Emmanuelle 4” até o pipoca “Incrível Hulk

Veja a programação, o ingresso custa R$ 4,00.

 

Terça (15)

15h: Romance Carioca, de Robert Z. Leonard (EUA, 1950);

17h: Voando para o Rio, de Thornton Free-land (EUA, 1933);

19h: Samba, de Rafael Gil (Espanha, 1965).

 

Quarta (16)

15h: Olhar Estrangeiro, de Lucia Murat (Brasil, 2005);

17h: Rio de Memórias, de José Inácio Parente (Brasil, 1987), O Cabeça de Copacabana, de Rosane Svartman (Brasil, 2000), e A Cidade e o Poeta, de Luelane Corrêa (Brasil, 2007). Sessão seguida de debate

19 h: Orfeu Negro (Framça 1958)

 

Quinta (17)

15h: Alô, Amigos, de Norman Ferguson e Wilfred Jackson (EUA, 1942);

17h: Romance Carioca, de Robert Z. Leonard (EUA, 1950);

19h: Uma Noite no Rio, de Irving Cummings (EUA, 1941).

Sexta (18)

15h: Orfeu Negro, de Marcel Camus (França, 1958);

17h: Samba, de Rafael Gil (Espanha, 1965);

19h: Madame Satã, de Karim Ainouz (Brasil, 2002).

 

Sábado (19)

15h: A Garota do Rio, de Jess Franco (Inglaterra, 1975);

17h: Orquídea Selvagem, de Zalman King (EUA, 1990);

19h: Vai Trabalhar, Vagabundo, de Hugo Carvana (Brasil, 1973).

 

Domingo (20)

15h: Alô, Amigos, de Norman Ferguson e Wilfred Jackson (EUA, 1942);

17h: Voando para o Rio, de Thornton Freeland (EUA, 1933);

19h: Interlúdio, de Alfred Hitchcock (EUA, 1946).

 

Terça (22)

15h: Madame Satã, de Karim Ainouz (Brasil, 2002).

17h: Rio, Zona Norte (Brasil, 1957);

19h: Cidade de Deus (Brasil, 2002).

 

Quarta (23)

15h: Emmanuelle 4 (França, 1984).

17h: Estranha Passageira (EUA, 1942);

19h: Adro da Candelária (Brasil, 2007). + Proibido Proibir (Brasil, 2006)

 

Quinta (24)

15h: O Primeiro Dia (Brasil, 1998).

17h: Uma Noite no Rio (EUA, 1941);

19h: Rio de Jano (Brasil, 2003)

 

Sexta (25)

15h: O Incrível Hulk (EUA, 2008).

17h: 007 – Contra o Foguete da Morte (EUA, 1979);

19h: Estranha Passageira (EUA, 1942)

 

Sábado (26)

15h: A Garota do Rio, de Jess Franco (Inglaterra, 1975);

17h: O Cabeça de Copacabana (EUA, 1990) + Vai Trabalhar, Vagabundo, de Hugo Carvana (Brasil, 1973);

19h: Cidade de Deus (Brasil, 2002).

 

Domingo (27)

15h: Samba (Espanha, 1965);

17h: Interlúdio, de Alfred Hitchcock (EUA, 1946);

19h: Orquídea Selvagem, de Zalman King (EUA, 1990).

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui