Obras de revitalização da Cruzada São Sebastião, no Leblon, terão início na próxima segunda-feira

Governo do RJ assinou neste sábado (12/03) o ofício que determina as obras; primeira etapa custará cerca de 4,4 milhões, reformando fachadas, telhados, quadros de luz e toda a parte hidráulica do local

Cruzada São Sebastião, no Leblon, Zona Sul do Rio - Foto: Reprodução/Google Maps

O Governo do Rio de Janeiro assinou, neste sábado (12/03), o ofício que determina o início das obras de revitalização das áreas comuns da Cruzada São Sebastião, no Leblon, Zona Sul da capital fluminense. No local, que é vizinho, por exemplo, ao Shopping Leblon, residem famílias de baixa renda, e as intervenções beneficiarão os 10 edifícios de 7 pavimentos, que totalizam quase mil apartamentos.

A primeira etapa das obras começará na próxima segunda-feira (12/03) e custará aproximadamente R$ 4,4 milhões. Nesta fase, serão reformadas fachadas, telhados, quadros de luz e toda a parte hidráulica do local.

Já a segunda etapa, ainda em fase de licitação, tem valor estimado de R$ 2,6 milhões e integra o programa ”Casa da Gente”, realizado pela Empresa de Obras Públicas (Emop). Já a segunda etapa, ainda em fase de licitação, tem valor estimado de R$ 2,6 milhões e integra o programa ”Casa da Gente”, realizado pela Empresa de Obras Públicas (Emop). De acordo com informações do secretário estadual de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, ela prevê a instalação de elevadores externos nos edifícios.

Outro ponto importante a ser destacado é que há intenção do Poder Executivo fluminense em transformar a Rua Humberto de Campos, que passa na porta dos prédios, em área de lazer para os moradores.

”Vou ligar para o Eduardo Paes para ver a possibilidade de transformar a rua num boulevard para os moradores, fazendo uma quadra e área de lazer onde possa ter até food trucks. Isso se a comunidade quiser. Vamos conversar e ver se é possível”, afirmou o governador Cláudio Castro.

O local

A Cruzada São Sebastião foi inaugurada em 29 de outubro de 1955 por iniciativa de Dom Hélder Câmara, então secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que tinha a intenção em fazer dela uma espécie de ”plano piloto” dos conjuntos habitacionais no país.Entre os moradores ilustres que já passaram pelo local estão, por exemplo, Adílio e Júlio César ”Uri Geller”, ambos ex-jogadores do Flamengo na década de 80.

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. Pergunta que não quer calar de + de 200 mil moradores de Copacabana e vários turistas…Cade a promessa do Governador de concluir a obra do MIS …Museu da imagem e do Som na praia de Copacabana essa promessa inclusive está em uma enorme placa no local desde o ano passado que o Governo Cláudio Castro ira começar imediatamente…até hoje NADA .. as eleições estão chegando Governador ….

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui