Divulgação: Prefeitura

O Prefeito de Rio de Janeiro, Eduardo Paes, visitou a Zona Oeste da cidade para verificar o andamento de 2 obras que vão melhorar a vida dos residentes na região. Uma das obras é coletor-tronco de esgoto de Santa Cruz, que deve beneficiar aproximadamente 150 mil moradores com esgoto tratado.

Eduardo Paes e a secretária de Infraestrutura, Kátia Souza, acompanharam o andamento das obras de manutenção na localidade Vale dos Eucaliptos, em Santa Cruz. A região já conta com 80% dos serviços executados em 17 ruas, com pavimentação, drenagem, saneamento e urbanização de calçadas realizados. “Essa obra traz muita dignidade e qualidade de vida para os moradores. Antes, as ruas aqui eram intransitáveis. Agora, os acessos estão facilitados”, afirmou Kátia Souza.

Ainda em Santa Cruz, Eduardo Paes, o secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere, e o presidente da Rio-Águas, Guilherme Campos, visitaram a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que trata 30 litros por segundo de esgoto atualmente. As autoridades preveem que, com a finalização da construção do coletor-tronco, a capacidade de tratamento será 125 litros por segundo.

O coletor subterrâneo terá uma extensão de 19 km e conduzirá o esgoto de diversos sub-bairros da região para a ETE de Santa Cruz. O coletor-tronco receberá os dejetos de localidades, como Esplanada do Sol, Dreno, Comunidade de Antares, Pedrinhas, Matadouro, Vala do Sangue, em Santa Cruz; Três Pontes, Jardim dos Vieiras, Sete de Abril e Gouveia, em Paciência.

As obras estão sendo executadas pela Fundação Rio-Águas, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e serão entregues até o fim do primeiro semestre deste ano.

1 COMENTÁRIO

  1. A população da cidade do Rio de Janeiro é de quase 7 milhões e o consumo de água pelo carioca chega quase que ao dobro (245 l/dia) do consumo per capita nacional (140 l/dia). Seja pelo calor, pelos costumes ou pelas perdas e gatos.
    Portanto, o consumo diário do Rio é de: 7.000.000 x 245 l/dia = 1,715 bilhão l/dia
    Assim, se a tal estação da zona Oeste trata 125 l/segundo x 3.600 s = 450.000 l/ hora e 450.000 x 24 = 1,080 milhão l/ dia
    Dividindo-se 1,080 milhão l/dia / 1,715 bilhão l/dia consumidos = 0,0005830903 x 100 = 0,058% do consumo do carioca.
    A tal estação de tratamento não dá conta de tratar 0,058% dos rejeitos cariocas/ dia.
    Coitada da Baía da Guanabara…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui