Olga Ri aterrissa em terras cariocas com foco na culinária saudável

Foodtech que já conta com cinco dark kitchens em São Paulo segue plano de expansão e inaugura operação no Rio de Janeiro

Com um cardápio que privilegia saladas, bowls e sopas, a Olga Ri – startup de alimentos consagrada como sinônimo de inovação – já conquistou mais de 40 mil clientes na capital paulista e aproximadamente R$ 21 milhões em faturamento no ano passado. Agora, promete encantar também o paladar carioca já que a marca inaugura a primeira dark kitchen em outubro, no bairro Botafogo, no Rio de Janeiro. A expectativa é alcançar mais de 10 mil clientes por mês em uma das cidades mais movimentadas do Brasil.

Desde que foi fundada, em 2016, a Olga Ri tem revolucionado a indústria de restaurantes ao unir tecnologia e comida saudável em um serviço de delivery que favorece a experiência do consumidor e a sustentabilidade social e ambiental.

Com a nova empreitada em terras cariocas, a foodtech busca potencializar a proposta de cardápio e o modelo de negócio. “Escolhemos o Rio de Janeiro porque a cidade é grande e dinâmica e o consumidor carioca compartilha dos valores que defendemos como marca: entrega uma comida que faz bem, para quem consome e para quem produz. Com a expansão, pretendemos dar mais alguns passos em direção ao nosso propósito de levar cores a cada vez mais pessoas a partir da comida saudável. A cada nova unidade que abrimos, pensamos no que a comunidade busca e precisa e no que a Olga Ri pode oferecer de novo. O Rio é uma cidade vibrante e abrir as portas por lá significa levar uma comida rápida e saborosa para mais pessoas.”, ressalta Bruno Sindicic, CEO da Olga Ri.

Neste momento, a Olga Ri atende a maior parte da zona sul e alguns bairros do centro na capital carioca, entre eles: Flamengo, Botafogo, Copacabana, Leblon, Ipanema, Lagoa, Laranjeiras, Glória e ainda parte do Santa Tereza e do Jardim Botânico. Depois
da inauguração da primeira dark kitchen da marca no Rio de Janeiro, a intenção é operar também em outros pontos estratégicos da cidade, como na Barra da Tijuca, por exemplo.

Os planos de abertura de novas cozinhas não param por aí. Além das cinco que já operam na capital paulista, a Olga Ri articula novas instalações no bairro do Morumbi e em regiões da grande São Paulo.

Por ora, o que já é gostoso tem tudo para ficar ainda melhor. Os cariocas poderão contar com um cardápio que receberá pitadas extras de inovação. “Nosso cardápio vai mudar e se adaptar para receber um pouco das influências cariocas. Chegar no Rio de Janeiro traz também a oportunidade de estabelecermos uma relação duradoura com produtores do interior do estado para termos folhas, legumes e verduras sempre frescos nos bowls que serviremos na cidade”, explica Sindicic.

Com esses planos de expansão em prática e outros que logo se tornarão realidade, a Olga Ri espera chegara a outros bairros cariocas em 2023. O intuito é continuar a trajetória de crescimento nos próximos anos, reinventando o segmento de alimentação no país e reforçando os compromissos da marca.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui