Operação ‘Acabou o amor’: concessionária identifica motéis com ‘gatos’ de água

Agentes explicam que os estabelecimentos possuem condições de pagar pela água, mas escolhem cometer crimes e irregularidades

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução

Técnicos da Águas do Rio estão realizando uma operação, “Acabou o amor”, para encontrar “gatos” – famosos furtos de água – em motéis do Rio de Janeiro. O primeiro motel a ser a perder o “amor” foi o “Champion”, em Vigário Geral, na Zona Norte da cidade, na última quinta-feira, (26/01).

A ação, inspirada no grito da torcida do Flamengo, começa pela cidade do Rio de Janeiro e é focada em estabelecimentos cujo consumo formal não é compatível com o perfil comercial desta categoria. A fiscalização continua nesta sexta-feira, (27/01).

“Por trás da operação, existe um trabalho de inteligência que analisa o histórico de consumo dos estabelecimentos. Com essas informações, os técnicos vistoriam os locais com indícios de irregularidade”, explica o coordenador de serviços Anderson Araújo.

A gerente comercial Mariana Rahba afirma que o mais vem chamando atenção na operação são motéis com condições de pagar pelo consumo da água, mas que escolheram cometer um crime. “São estabelecimentos comerciais que podem pagar pela água que utilizam, mas que desviam a medição ou recorrem a artifícios ilegais para não registrarem o consumo e, consequentemente, pagarem menos na fatura”.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Operação ‘Acabou o amor’: concessionária identifica motéis com ‘gatos’ de água
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui