Operação do Procon-RJ descarta meia tonelada de alimentos impróprios para o consumo

Operação aconteceu na região metropolitana, nas zona norte e oeste, e nos municípios de Nova Iguaçu, São Gonçalo e Niterói. Dos 15 mercados fiscalizados, 11 foram autuados

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Nesta quarta e quinta feira (01 e 02/02), o Procon Estadual, em conjunto com a Delegacia do Consumidor – Decon, realizou operação na região metropolitana, nas zona norte e oeste, e nos municípios de Nova Iguaçu, São Gonçalo e Niterói, com o obejtivo de apurar denúncias e cumprir solicitação do Ministério Público do Rio de Janeiro- MPRJ. Foram fiscalizados 18 estabelecimentos entre supermercados, padaria, posto de combustíveis e hospital.

Dos 15 mercados fiscalizados, 11 foram autuados pois foram encontrados 231,2 kg de alimentos vencidos e 248,9 kg de alimentos sem qualquer especificação de manipulação ou validade, tornando o alimento impróprio e colocando em risco a saúde do consumidor. Um estabelecimento teve o açougue interditado, pois os agentes encontraram o ambiente sem higiene e com alimentos armazenados de forma inadequada, em contato direto com caixas e outros alimentos e com presença de moscas no balcão expositor.

Três responsáveis foram conduzidos pelos policiais civis à Delegacia do Consumidor para prestar esclarecimentos.

O estabelecimento que comercializa produtos impróprios para o consumo, atenta diretamente contra a saúde do consumidor, por isso é tão importante mantermos essas operações de forma constantes, até para que os fornecedores fiquem atentos às condições dos alimentos, buscando corrigir essas irregularidades que podem fazer com que os consumidores tenham a saúde comprometida“, aponta o Presidente da autarquia, Cássio Coelho

Advertisement

Leia também

MP é acionado para investigar manifestantes que declaram apoio ao Hamas na frente da Câmara do Rio

Deputados propõem destinar R$15 milhões da Alerj para 10 municípios afetados por chuvas no RJ

No posto, padaria e Hospital fiscalizados, não foram encontradas irregularidades apontadas nas denúncias. Os estabelecimentos autuados terão 15 dias para apresentar defesa.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Operação do Procon-RJ descarta meia tonelada de alimentos impróprios para o consumo

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui