Orla do Rio ganha projeto para incentivar redução do consumo de plástico

A ideia é engajar parceiros comerciais, inclusive quem trabalha nas areias, para que adotem boas práticas e novos modelos de negócios, com base na redução do uso do plástico

Orla de Copacabana, na Zona Sul do Rio - Foto: Alexandre Macieira/RCVB

O projeto Praia Circular está chegando à orla carioca com o objetivo de incentivar a redução do consumo de plástico e o turismo sustentável na cidade. A ideia é engajar parceiros comerciais, inclusive quem trabalha nas areias, para que adotem boas práticas e novos modelos de negócios, com base na redução do uso e na substituição desse material. Também será ampliada a coleta desses resíduos, para encaminhamento correto à reciclagem.

O projeto piloto está em operação no Posto 4, na Praia de Copacabana. No local foi instalada uma máquina com gestão inteligente, que fornece água potável e gelada, para evitar que cariocas e turistas consumam o produto em garrafas plásticas descartáveis. Os usuários poderão encher seus utensílios com líquido de qualidade, certificado pelo Inmetro, pagando R$ 1 a cada 500ml.

A previsão é de que o projeto chegue em maio ao Posto 3. A duração das atividades será de um ano.

A Prefeitura está lançando o Praia Circular por meio da Riotur, via Programa Plásticos Circulares nas Américas (CPAP), uma iniciativa liderada pela União Europeia. O projeto tem ainda o apoio das secretarias da Casa Civil, de Meio Ambiente e Clima, Esportes e Ordem Pública.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Será que só eu vi que não há vantagem para o consumidor?

    imagino que se possa encontrar no mercado uma garrafa pet de 2 l que seria mais barata do que pagar 2 l nessa máquina que custaria cerca de r$ 4.

    Por que não investir em máquinas de reciclagem para que as pessoas depositassem seus materiais reutilizáveis e a partir do acúmulo ganhassem pontos para troca de produtos, descontos ou até mesmo dinheiro?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui