Orquestra Parassinfônica de São Paulo chega ao Theatro Municipal do Rio

A orquestra possui 45 músicos, dentre pessoas com e sem deficiência, e terá a regência do maestro Marcos Arakaki e a participação da soprano Caroline Brito

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Fotos: Natalia Cesar

A Orquestra Parassinfônica de São Paulo (OPESP), a primeira brasileira que dá protagonismo às pessoas com deficiência, fará um concerto especial na próxima segunda-feira (28/08), às 19h, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. E após estrear a temporada 2023 no 53º Festival de Inverno de Campos do Jordão, o maior evento de música clássica da América Latina, a orquestra iniciou a turnê de concertos e agora se prepara para proporcionar momentos inesquecíveis ao público carioca.

A OPESP estará sob regência do reconhecido maestro Marcos Arakaki e com a participação especial da soprano Caroline Brito. A orquestra, que percorre desde 2022 uma jornada em direção à inclusão social por meio da música clássica, após a apresentação no Rio de Janeiro, segue turnê para mais outros três concertos, passando pela capital paulista, Botucatu e Santos.

Para este concerto a OPESP trará um repertório diversificado que inclui obras de compositores como Mozart, Bizet, Tchaikovsky entre outros. O público terá a oportunidade de se maravilhar com performances memoráveis e mergulhar na magia da música clássica.

“A grande maioria dos músicos da OPESP vivenciou pela primeira vez na vida a experiência da rotina de uma orquestra sinfônica. Dadas todas as dificuldades impostas sobre as pessoas com deficiência, para elas chegava a ser difícil até mesmo encontrar escolas de música para estudar. Hoje serem protagonistas da OPESP e terem contato com um corpo técnico deste nível, é extremamente recompensador” detalha Igor.

Advertisement

“A Orquestra Parassinfônica de São Paulo, da qual temos o orgulho de sermos apresentadores, é um belo exemplo de iniciativa que reúne elementos fundamentais para a nossa companhia, com a valorização da cultura nacional e o empoderamento de grupos minorizados. Acreditamos que apoiar o projeto é uma maneira de avançar na construção de uma sociedade mais inclusiva, impactando positivamente milhares de vidas” destaca o Gerente Executivo de Comunicação e Responsabilidade Social da Shell Brasil, Glauco Paiva.

“Mais do que trazer emprego e renda para as regiões onde estamos inseridos, é preciso também retribuir às comunidades com projetos sociais que construam uma sociedade forte, engajada e sustentável. Por isso, apoiamos a Orquestra Parassinfônica de São Paulo, um projeto que leva cultura e inspiração para muitas pessoas por meio da música, transformando vidas e promovendo a inclusão” comenta Edilson Proença, Presidente do Instituto John Deere.

Serviço: OPESP – Temporada de Concertos 2023

  • Rio de Janeiro – Theatro Municipal do Rio de Janeiro
  • Dia: 28 de Agosto
  • Horário: 19h
  • Endereço: Praça Floriano, S/N – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20031-050
  • Ingressos: R$ 20 inteira / R$ 10 meia

Botucatu – Teatro Municipal de Botucatu

  • Dia: 16 de Setembro
  • Horário: 20h
  • Endereço: Praça Coronel Rafael de Moura Campos, 27 – Centro, Botucatu – SP, 18600-000

São Paulo – Sala São Paulo

  • Dia: 30 de Setembro
  • Horário: 21h
  • Endereço: Praça Júlio Prestes, 16 – Campos Elíseos, São Paulo – SP, 01218-020

Santos – Teatro Municipal Braz Cubas

  • Dia: 14 de Outubro
  • Horário: 20h
  • Endereço: Av. Senador Pinheiro Machado, 48 – Vila Mathias, Santos – SP, 11075-907

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Orquestra Parassinfônica de São Paulo chega ao Theatro Municipal do Rio
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Orquestra Parassinfônica de São Paulo chega ao Theatro Municipal do Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui