Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro abre Temporada 2023 na Sala Cecília Meireles, no Centro

O grupo formado por 55 jovens da cidade e oriundos da ONG Ação Social pela Música do Brasil (ASMB) terá Daniel Guedes como regente e solista

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Daniel Ebendinger

A Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro (OSJRJ) abrirá a sua temporada anual de concertos no tradicional palco da Sala Cecília Meireles. Sob a regência do violinista Daniel Guedes, que também será o solista da apresentação, o concerto acontecerá no próximo domingo (23/04), às 11h. Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada) e já estão à venda.

O carioca Daniel Guedes promete emocionar o público conduzindo pela primeira vez a OSJRJ, que acaba de se tornar a Orquestra residente da PUC-Rio e é formada por 55 jovens do Rio de Janeiro, em sua maioria moradores de comunidades, integrantes do projeto Ação Social pela Música do Brasil (ASMB). “É uma grande alegria poder, enfim, trabalhar com esse projeto que acompanho há tantos anos e que faz muito pela juventude do Rio de Janeiro”, diz.

O programa do concerto começa com a “Abertura Brasil 2012”, do compositor Dimitri Cervo, amplamente executada no Brasil e no exterior. Depois, é a vez da Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro transportar o público para a Viena de 1775, com o “Concerto para Violino No 5”, uma das mais emocionantes obras de Mozart, na qual Daniel Guedes se apresentará como solista.

“Concerto para Violino No 5”, de 1775, é um dos mais célebres e o mais famoso concerto para violinos de Mozart. Ele abre com um Allegro aperto (aberto, em português) e em vez de uma entrada enérgica do solista, a obra surpreende, indo para uma direção mais delicada, na primeira aparição do violino.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

Em seguida, a OSJRJ executará a “Sinfonia No 40 em Sol Menor”, também conhecida como a “grande” sinfonia em sol menor, uma das mais clássicas obras de Mozart, que apresenta uma abertura discreta, quase murmurante, atípica para a época em que foi criada, em 1788, quando a tradição era de que as sinfonias começassem grandiosas.

A OSJRJ foi criada na década de 1980, pelo maestro David Machado, e manteve suas atividades até 1987. Em 2014, o projeto foi retomado pela ASMB com o objetivo de aperfeiçoar a prática orquestral e conduzir os jovens músicos à universidade e à profissionalização, proporcionando inclusão social, democratização do acesso à música clássica e cidadania.

  • SERVIÇO:
  • Abertura da Temporada 2023 – Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro
  • Regente e solista: Daniel Guedes
  • Local: Sala Cecília Meireles
  • Endereço: Rua da Lapa, 47, Centro, Rio de Janeiro.
  • Data/Horário: 23 de abril de 2023 (domingo)
  • Horário: 11h
  • Duração: 90 Minutos
  • Capacidade: 670 lugares
  • Valor: R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada)
  • Ingressos antecipados: https://funarj.eleventickets.com/#!/apresentacao/a746e5532587358385af4548a5aa954b90157eb1 
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro abre Temporada 2023 na Sala Cecília Meireles, no Centro

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro abre Temporada 2023 na Sala Cecília Meireles, no Centro
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui