Orquestra Violões do Forte de Copacabana vai celebrar Dia do Jazz em concerto gratuito

Formada por 25 jovens do Rio de Janeiro, a apresentação marca o Dia Internacional do Jazz e contará com a participação do saxofonista e ex-membro Gabriel Ferreira

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Em comemoração ao Dia Internacional do Jazz, celebrado em 30 de abril, a Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom promoverá um concerto gratuito no dia 29 de abril, a partir das 18h, no Forte de Copacabana, com um repertório temático em celebração ao ritmo. A orquestra, formada por 25 jovens de diferentes bairros do Rio de Janeiro, vai apresentar clássicos do gênero, como “Blue moon”, “The chicken”, “Mambo”, “In the mood”, “No moon at all”, além de canções da bossa nova.

O concerto, que tem regência de Luiz Potter e direção artística de Márcia Melchior, contará ainda com a participação do saxofonista Gabriel Ferreira, ex-membro da orquestra e que, hoje, aos 26 anos, tem em seu currículo diversas gravações e participações em shows de nomes como Gilberto Gil, Geraldo Azevedo, Antônio Carlos e Jocafi, entre outros.

Será uma emoção e motivo de muito orgulho para nós homenagear o jazz com a participação de um dos nossos ex-membros. Isso mostra o potencial do projeto de transformar a vida desses jovens, gerando possibilidades de crescimento pessoal e profissional”, diz Márcia Melchior.

Além dos violões, a Violões do Forte de Copacabana e Shalom reúne instrumentos como clarineta, flauta transversa, saxofone, trompete, trombone, teclado, percussão e bateria, e se apresenta sempre no último sábado do mês, de graça, no Forte de Copacabana.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

O projeto é idealizado pelo Instituto Rudá, e conta como mantenedores o Grupo Shalom e a CNOOC – China National Offshore Oil Corporation, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Já os patrocinadores são a TIJOÁ–Energia, Vibra-Energia e Instituto Cultural Vale, via Lei Federal de Incentivo à Cultura; e também da ONS-Sistema Nacional do Sistema Elétrico e Prefeitura do Rio/Cultura, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. O projeto conta ainda com o apoio cultural da FHE-POUPEX e Associação de Arte e Cultura RioMont.

Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom

Criada pelo Instituto Rudá, organização especializada em gestão de orquestras, e com idealização da produtora e empresária Márcia Melchior, a Orquestra Violões do Forte de Copacabana é formada por 25 jovens que possuem de 13 a 21 anos, alunos da rede pública de ensino. Os componentes ensaiam uma vez por semana no Forte de Copacabana e ainda contam com ensino de apoio, como aulas de inglês. A Orquestra também é parceira da Orquestra Shalom, que a acompanha há 11 anos.

O objetivo da Orquestra é capacitar os jovens para que eles cheguem a ingressar em orquestras profissionais, em orquestras das Forças Armadas, e que tenham um caminho profissionalizante, graças à música. Felizmente, ao longo dos anos, diversos estudantes da Orquestra ingressaram em projetos musicais e culturais, na academia, alguns chegando mesmo ao doutorado. Essa é a nossa maior missão”, diz Márcia Melchior, diretora artística e criadora do projeto.

Tendo realizado diversas apresentações neste tempo, a Orquestra Violões do Forte de Copacabana vem cumprindo o papel de incentivar novos talentos, e de difundir a cultura musical, fazendo dessa arte um instrumento de inclusão social e formação profissional. Acreditando na modificação do indivíduo através da arte, o Instituto empreendeu ações educativas envolvendo jovens em situação de carência econômica e social, fazendo da música um elemento formador de comportamento. Além dos conhecimentos próprios à execução do instrumento escolhido, a música proporciona aos jovens amadurecimento, profissionalização e maior solidariedade entre os componentes da Orquestra.

Programa:

Blue moon

The chicken

Mambo

In the mood

No moon at all

Participação Gabriel Ferreira:

Wave

Spain

One more once

Cry me a river

Sue Ann

Só danço samba

Chega de saudade

Serviço:
Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom – Homenagem ao Jazz
Data: 29 de abril, sábado
Horário: 18h
Local: Forte de Copacabana – Praça Cel. Eugênio Franco, 1, Posto 6.
60 minutos. Grátis. Livre.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Orquestra Violões do Forte de Copacabana vai celebrar Dia do Jazz em concerto gratuito

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Orquestra Violões do Forte de Copacabana vai celebrar Dia do Jazz em concerto gratuito
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui