Paes anuncia compra de novos ônibus para fortalecer sistema rodoviário do Rio

Segundo o prefeito, embora sejam para toda a cidade, novos articulados terão como foco principal a Zona Oeste

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Linha municipal 606, que faz o trajeto Engenho da Rainha-Rodoviária - Foto: Arquivo/Prefeitura do Rio

Presente na sessão de retomada dos trabalhos na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (15/02), o prefeito Eduardo Paes anunciou a compra de mais ônibus para fortalecer o sistema rodoviário do município.

Segundo ele, embora sejam para toda a capital fluminense, os novos articulados terão como foco principal a Zona Oeste.

”Em 2023, conseguimos reestabelecer linhas de ônibus que tinham sumido na cidade, em especial na Zona Oeste, que é um pouco mais ‘abandonada’. Aumentamos cerca de 57% da oferta de ônibus para a região”, destacou.

”Nós tomamos a decisão de, este ano, comprar mais 150 ônibus para que a gente possa cobrir buracos em que a rede concessionada de transportes não vem atendendo à população. Eles já foram adquiridos por meio de financiamento aprovado por essa Câmara Municipal”, concluiu Paes.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Paes anuncia compra de novos ônibus para fortalecer sistema rodoviário do Rio
Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria de uma reportagem sobre o gargalo de transporte na Av. Passos. Taxistas e motoristas de aplicativo parando em ponto de ônibus. Garga é descarga no BRS. Estacionamento irregular na faixa da esquerda. Retenção de trânsito por estacionamento irregular. Só a soluça disso, que qualquer ser humano com o mínimo de cognição e boa vontade pode resolver. Isso faria o transporte público tráfego mais rápido com menos ônibus. Aproveitando, idênticos problemas ocorrem na Rua da Carioca. O problema mais simples é sincronização dos semáforos, mas esse depende de saber operações fundamentais da matemática. Exemplificando somar ou subtrair. Multiplicar ou dividir. Somente isso.

  2. Agora, depois de destruir o modal de ônibus no Rio o prefeito quer olhar pra população? Só pra constar, desapareceram cerca de 3000 ônibus das ruas e uma “esmola” de 150 unidades numa cidade de 1200km2 não conserta o estrago feito. A (re)eleição é uma droga, ainda mais se o postulante tem chance de ficar no cargo e a sociedade não o vê com bons olhos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui