Paes convida Ricardo Capelli, secretário executivo do Ministério da Justiça, para assumir Secretaria de Ordem Pública

Se aceitar o convite, Cappelli vai atuar no lugar de Breno Carnevale, que disputará uma vaga para vereador no Rio

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Ricardo Cappelli / Foto: Marcelo Camargo (Agência Brasil)

No que depender do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), o secretário executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, que está de férias e com posição firmada de deixar o cargo, vai continuar na ativa, mas atuando pela Cidade Maravilhosa. Segundo o Estadão, Paes teria convidado Capelli para ocupar a vaga de Breno Carnevale, que chefia a Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP). Carnevale deixará o cargo para disputar uma vaga de vereador este ano.

Indagado pela Coluna do Estadão sobre a veracidade do convite e sobre quais seriam as atribuições de Ricardo Cappelli à frente da Ordem Pública carioca, Eduardo Paes respondeu apenas “confirmo o convite”, sem entrar em detalhes sobre a possível atuação do integrante do governo Lula.

A escolha de Ricardo Lewandowski para suceder Flávio Dino (PSB) à frente da Ministério da Justiça gerou descontentamento em Cappelli. Ao presidente Lula, Lewandowski manifestou a necessidade de construir uma equipe própria, com o seu “DNA”. A atenção de Cappelli, no momento, está voltada para as suas férias. Mas na rede X (Ex-Twitter), o atual secretário-executivo do Ministério da Justiça adiantou: “Não pedi demissão. Vou sair de férias com a minha família e voltar para colaborar com a transição no Ministério da Justiça e Segurança Pública. União e Reconstrução”.

Pessoas próximas a Ricardo Cappelli afirmam, no entanto, que ele não teria interesse em deixar Distrito Federal, por alimentar pretensões de se lançar candidato ao Senado ou ao governo do estado. Flávio Dino, que foi aprovado na sabatina para integrar o Superior Tribunal Federal (STF), tenta articular a permanência do seu pupilo no alto de escolão do governo petista.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

De acordo com o Estadão, o posicionamento do PSB, partido de Dino, tem sido de reserva, deixando claro que as movimentações do ex-ministro da Justiça são pessoais e não refletem a negociação de cota do partido, cuja presença foi reduzida na Esplanada.

Flávio Dino, que deve se desfiliar do PSB para a assumir a vaga no STF, almoçou com o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, nesta sexta-feira (12).

Com informações: Estadão e G1.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Paes convida Ricardo Capelli, secretário executivo do Ministério da Justiça, para assumir Secretaria de Ordem Pública

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Neste momento temos um novo super-homem no Brasil. Para qualquer problema, é só chamar o Capelli. Quanta mídia ele vem recebendo e até um ano atrás nem se sabia quem era.

  2. Que bizarro! O sujeito nem tem formação na área. É mero jornalista… claro, a turminha de jornalistas o apoio, tem expectativa de também no futuro uma outra área para atuarem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui