Paes decreta estado de emergência na saúde por causa da dengue; Rio terá 10 polos de atendimento

Apenas em janeiro, foram 10.156 casos, com 362 internações. Esse é o maior número desde 1974, quando começou o registro

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Aedes aegypti é o mosquito transmissor da dengue (Foto: Reprodução)

Nesta segunda-feira (05/02), o prefeito Eduardo Paes (PSD) decretou estado de emergência em saúde pública por conta da dengue. A medida saiu no Diário Oficial do município. A prefeitura também inaugura nesta segunda 3 de 10 polos de atendimento a pacientes com a virose.

A primeira unidade ficará em Curicica, na Clínica da Família Raphael de Paula Souza. O segundo e terceiro polo, respectivamente, ficarão na Policlínica Lincoln de Freitas Filho, em Santa Cruz, e no Posto de Saúde Belisario Pena, em Campo Grande, ambos na Zona Oeste. Serão 150 centros de tratamento e hidratação.

Na última sexta-feira (02/02), o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, afirmou que o Rio já vivia uma epidemia de dengue, com mais de 11 mil casos da doença confirmados — um recorde de internação. Também na sexta, o Rio apresentou um plano de contingência para assistência da população e combate ao Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, da zika e da chikungunya.

Entre as medidas estão:

Advertisement
  • a criação do Centro de Operações de Emergência (COE-Dengue);
  • a dedicação de leitos exclusivos a pacientes com dengue nos hospitais da rede municipal;
  • o uso de carros-fumacê nas regiões com maior incidência de casos
  • a entrada compulsória em imóveis fechados e abandonados.

Também no Diário Oficial desta segunda, a prefeitura anunciou R$ 2 milhões para a compra de testes rápidos para a dengue. O município autorizou a abertura da licitação, que será feita por um pregão eletrônico, com a empresa que oferecer o menor preço levando.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Paes decreta estado de emergência na saúde por causa da dengue; Rio terá 10 polos de atendimento
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Estado de emergência ou Epidemia podem decretar mas vão fazer vista grossa para aglomerar gente na rua no carnaval. Acho que já é conhecido de todos que se sabia de que Covid-19 poderia chegar ao Brasil via turismo de carnaval e muitos países já estavam se antecipando aos anúncios oficiais, fechando fronteiras e espaço aéreo. Mas é claro o Brasilzão arreganhou amparado pela ciência e, logo após os desfiles, foi o que foi, as travas sociais e econômicas atabalhoadas que foram feitas. Repetir o erro, isso é o que fazemos de melhor.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui