Pais de crianças com autismo protestam na Unimed do Centro do Rio contra suspensão de terapias

Manifestantes foram à loja da Unimed na Rua do Ouvidor buscando atendimento, mas só conseguiram após chegada da polícia

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Rua do Ouvidor, no Centro do Rio, em frente ao shopping Paço do Ouvidor - Foto: Reprodução/Enfoco

Na manhã desta segunda-feira (25/09), familiares de crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista (TEA) realizaram um protesto em frente ao shopping Paço do Ouvidor, onde está localizada a loja de atendimento da Unimed-Rio na região central da capital fluminense.

De acordo com relatos publicados inicialmente pelo site ”Enfoco”, os manifestantes foram até o local registrar protocolos de reclamação pelo fato de estarem tendo problemas em relação ao atendimento de seus filhos por dívidas da Unimed com as clínicas especializadas.

Em meio ao ato, as pessoas afirmam terem sido trancadas dentro do shopping, sendo necessária a presença da polícia para contornar a situação.

”Viemos aqui protestar e solicitar nosso protocolo, pois nossos filhos estão ficando sem terapia por falta de repasse da Unimed às clínicas associadas. É uma manifestação pacífica, só de mães e pais de crianças especiais, e a Unimed se recusou a nos receber”, disse Rejane Pereira Passeri, de 49 anos, mãe de duas filhas, uma delas, de 5 anos, com TEA.

Advertisement

”Só depois da polícia intervir que ele passaram a agir. A polícia teve que intervir para mediar o encontro de cada mãe ou pai para registrar esse protocolo, como se fossemos guerrilheiros. É um absurdo”, complementou Rejane.

O DIÁRIO DO RIO tentou contato com a Unimed-Rio para comentar o assunto, mas, até o fechamento desta matéria, não obteve resposta. A reportagem será atualizada caso a empresa queira se manifestar (conferir no fim do texto).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Pais de crianças com autismo protestam na Unimed do Centro do Rio contra suspensão de terapias
Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Graças as crianças com autismo TODAS AS OUTRAS CRIANÇAS estão sem opção de planos de saúde pois NÃO FAZEM MAIS CRIANÇAS.

    Após a liberação de terapia ilimitada muitas mães de autistas fizeram o planos e processaram para ter atendimento mesmo sem cumprir carência por isso os planos hoje não aceitam mais crianças.

    • Ignorância a sua, as crianças com autismo não tem culpa da péssima administração dos planos de saúde, vc fala dessa forma porque certamente não sabe o que é ter um autista na família

  2. Sugiro uma reportagem sobre cirurgias eletivas ignoradas pela Unimed. Não foram recusadas ficam embromando dizendo que está em análise, a minha cirurgia de hérnia incisional, do tamanho de uma bola de tênis, está parada desde abril de 2023. Já recorri a ans, que só abre protocolo, ouvidoria da Unimed, reclame aqui e tenho mais de 8 reclamações registradas na própria Unimed. Segundo médicos que consultei é constante.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui