Palácio Tiradentes ganha iluminação especial para alertar sobre as distrofias musculares

A medida irá acontecer entre os dias 07 a 18 de setembro. No Brasil, há mais de 80 mil portadores da doença

Foto: Alerj

Entre os dias 7/09 a 18/09, o Palácio Tiradentes, antiga sede da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), estará iluminado com a cor verde-limão em homenagem à conscientização sobre as distrofias musculares. A medida foi solicitada pela deputada estadual Rosane Felix (PL), após receber um pedido da Associação Carioca de Distrofia Muscular. 

A estimativa é de que, no Brasil, há mais de 80 mil portadores da doença distribuídos nos mais de 30 tipos identificados na literatura médica. 

O mês de setembro é marcado não apenas pela independência do Brasil, mas também como uma data de conscientização sobre a distrofia muscular. Em sua forma mais grave, a distrofia pode causar a morte do paciente. A Alerj está prestando um serviço de utilidade pública ao chamar atenção para a doença. É essencial procurar um profissional da saúde para ajudar a lidar com os sintomas e viver de forma mais saudável”, afirma Rosane Felix, candidata a deputada federal.

Os sintomas de distrofias musculares são geralmente semelhantes em todos os tipos: fraqueza, quedas constantes, déficit muscular, comprometimento da musculatura do coração e do sistema respiratório. A doença não tem cura. O tratamento pode ser feito para controlar os sintomas, por meio de fisioterapia e medicamentos. 

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui