Paraty terá 1ª estação de tratamento de esgoto na área urbana da cidade

Orçada em R$ 44 milhões, primeira fase da intervenção beneficiará mais de 15 mil pessoas, reduzindo a incidência de doenças e impactos ambientais na região

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Paraty / Foto: Tripadvisor

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, a Prefeitura de Paraty e a Eletronuclear assinaram, nesta quinta-feira (15), o Termo de Cooperação Técnica para o início da segunda etapa das obras de esgotamento sanitário, com a construção da primeira Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da área urbana da cidade, a ETE Paraty. A primeira fase da intervenção, orçada em R? 44 milhões, vai beneficiar mais de 15 mil pessoas. As obras estão à cargo da Águas de Paraty, concessionária do Grupo Águas do Brasil.

Ao término das obras, a expectativa é de que de 45% da população de Paraty tenha acesso a esgoto tratado. A inciativa vai evitar a proliferação de doenças e reduzir impactos ambientais, segundo o gerente-geral da Águas de Paraty, Alberto Costa.

unnamed 18 3 Paraty terá 1ª estação de tratamento de esgoto na área urbana da cidade
Projeto Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) com capacidade inicial de 134 litros/s

“Esta obra marca o compromisso e a responsabilidade da concessionária Águas de Paraty com a população e com o município de forma geral. Com esta construção, trataremos os esgotos de 45% da população, levando mais qualidade de vida, saúde e preservando o meio ambiente. Hoje, a cidade que já conta com 100% de água tratada na área de atuação da empresa, inicia essa parte importante do saneamento, tratando também o esgoto da população”, disse o representante da Águas de Paraty.

A estação modular de tratamento de esgoto será construída no bairro Jardim Riviera, nas proximidades do trevo da cidade. A primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) terá 23,2 quilômetros de redes coletoras e de recalque, além de  7 elevatórias de esgoto bruto e uma ETE, com capacidade inicial de 43,3 litros/s.

Advertisement

O prefeito de Paraty, Luciano Vidal (MDB), ressaltou os ganhos em termos de saúde promovidos pelo tratamento do esgotamento sanitário da cidade. Com a medida, ele espera que os atendimentos de crianças e idosos em postos de saúde sejam reduzidos.

“Estamos fazendo um trabalho com muita atenção e respeito à população. Isso faz com que a gente aumente o percentual de tratamento de esgoto na cidade de Paraty, o que representa melhoria na saúde. Vamos ter menos pessoas procurando os postos de saúde, principalmente crianças e idosos”, afirmou Vidal.

Compareceram à assinatura do Termo de Cooperação Técnica: o vice-governador Thiago Pampolha (União Brasil), o prefeito Luciano Vidal, e Alberto Costa, representante da Águas de Paraty.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Paraty terá 1ª estação de tratamento de esgoto na área urbana da cidade
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui