Patrulha Maria da Penha: PMRJ inaugura sala de apoio à mulher no Bangu Shopping

Anteriormente situada no 14º BPM (Bangu), a mudança para o novo endereço busca facilitar o suporte a mulheres que enfrentam diferentes formas de violência

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

A Polícia Militar inaugura na tarde desta quinta-feira (01/02) a nova Sala Lilás da Patrulha Maria da Penha, no Bangu Shopping, na Zona Oeste. O evento está marcado para as 14 horas.

A iniciativa, fruto da parceria entre o 14º BPM e o estabelecimento comercial, visa aprimorar o acesso a serviços cruciais para mulheres em situação de vulnerabilidade. Localizada na Rua Fonseca, nº 240 – Bangu, a sala proporcionará um ambiente ainda mais acolhedor e humanizado.

Anteriormente situada no 14º BPM (Bangu), a mudança para o novo endereço busca facilitar o suporte a mulheres que enfrentam diferentes formas de violência. Estrategicamente posicionada ao lado do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a Sala Lilás integra-se à rede local, fortalecendo os laços entre os órgãos que oferecem suporte especializado.

Em 2023, a Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida registrou um total de 66.067 atendimentos em todo o estado, representando um aumento notável de 22% em relação a 2022 (54.102 atendimentos). Lançado em agosto de 2019, o programa completou quatro anos no ano passado e tem como missão auxiliar a população no enfrentamento à violência contra mulheres.

Advertisement

Leia também

TransBrasil inicia operações neste sábado, da Penha ao Terminal Gentileza

Leblon tem o condomínio mais caro do Brasil

Um dado impactante revela que, ao longo de pouco mais de quatro anos, 63.509 mulheres foram acompanhadas pelo programa da Polícia Militar. Em 2023, esse número aumentou em 58%, passando de 16.844 mulheres em 2022 para 26.608 vítimas de violência doméstica atendidas.

Apesar da expressiva quantidade de acionamentos, é vital destacar que a Patrulha Maria da Penha não é destinada a atendimentos de emergência, mas sim ao acompanhamento de mulheres com medidas protetivas. Após o atendimento emergencial, é fundamental que as mulheres registrem a ocorrência na delegacia da Polícia Civil, sendo este um dos primeiros passos para obter a medida protetiva.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Patrulha Maria da Penha: PMRJ inaugura sala de apoio à mulher no Bangu Shopping

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui