Pau Grande, em Magé, se torna Patrimônio Cultural e Imaterial do RJ

Local é conhecido por ser a terra natal de Garrincha, considerado um dos melhores jogadores de futebol de todos os tempos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Pau Grande, em Magé - Foto: Reprodução/Internet

Na última segunda-feira (19/06), o Governo do Rio de Janeiro sancionou uma lei que declara o bairro de Pau Grande, em Magé, na Baixada Fluminense, como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado.

A medida, número 10.040/23, foi elaborada em 2019 por Renato Cozzolino (PP), à época deputado e hoje prefeito da referida cidade.

Pau Grande, pertencente à Vila Inhomirim, 6º distrito de Magé, é conhecido, além do nome inusitado que gera brincadeiras de duplo sentido, por ser a terra natal de Garrincha, ex-atacante do Botafogo e da Seleção Brasileira, considerado um dos melhores jogadores da história do futebol mundial.

De acordo com o deputado Carlos Minc (PSB), relator do projeto, o objetivo da nova lei é justamente homenagear o ex-atleta, falecido em janeiro de 1983, reconhecendo o local onde nasceu.

Advertisement

Leia também

Águas do Rio alega não saber sobre situação da Cedae mas presidente foi diretor da empresa – Bastidores do Rio

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Pau Grande, em Magé, se torna Patrimônio Cultural e Imaterial do RJ

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. homenagear o atleta é bem merecido. mas tornar Big Dick patrimônio é um grande exagero. O local não tem nada de especial que o faça merecer a honraria. e o nascimento do small dick não é motivo pra isso. que se faça uma estátua do atleta, como de costume.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui