Pedro Fernandes (Foto: Reprodução)

Pouco se fala da eleição para governador do Rio de Janeiro em 2018, e olha que falta apenas 4 meses para decidir quem ficará no lugar de Luiz Fernando Pezão (MDB) e tentará solucionar a bomba já estourada que é o governo do Rio. Por enquanto apenas Prof. Tarcisio (que lança pré-candidatura pelo PSol hoje, 7/6), Indio da Costa (PSD) e Pedro Fernandes Neto (PDT) são realmente candidatos a governador do Rio. Romário (PODE) diz que é, mas ninguém acredita e Eduardo Paes (DEM) vem escorregadio, tentando deixar para dizer na última hora o que todo mundo já sabe. E por aí vai…

Mas a verdadeira surpresa desta pré-campanha fria é, apesar de jovem, um nome antigo na política carioca, Pedro Fernandes Neto, que se lançou pré-candidato a governador quando ainda era do PMDB e o qual, sem vergonha de assumir, pensei que era apenas bravata de quem queria ter uma votação maior para deputado estadual. Passou por outros partidos, como Solidariedade e PHS, e finalmente estacionou no PDT de Ciro Gomes, apesar de parecer uma grande viagem para quem começou no PFL (e foi candidato a vice-prefeito pelo partido), não é tanto, sua mãe, Rosa Fernandes, começou no PDT e, bem, esteve em todos os partidos que estavam no poder municipal, talvez a exceção seja do prefeito atual, que é do PRB. Mas bem que Crivella tentou ter Pedro Fernandes lá…

A surpresa em Pedro Fernandes não está na disputa que envolveu seu nome, a votação de sua família garante isso. A surpresa é que está conseguindo firmar seu nome como um candidato da Centro-esquerda do Rio, assinou recentemente um acordo com Leonardo Giordano, pré-candidato do PCdoB e vereador em Niterói. Ao que parece PDT também caminha para garantir o apoio do PSB, que por enquanto tem Rubem César Fernandes como pré-candidato.

O partido também tem em seus quadros Fernando “Catito” Peres, hoje dono do Jornal do Brasil, que recentemente voltou a ter edição impressa. O que garante ao menos simpatia de um dos principais veículos de imprensa do Rio de Janeiro. Sem contar que o site SRZD, do jornalista Sidney Rezende, declaradamente de esquerda, também pode ser simpático a sua candidatura. E não vejo as Organizações Globo sendo ativamente contra sua candidatura.

Ao que parece, Pedro Fernandes Neto é junto com Eduardo Paes (que tem se reunido comprefeitos do interior), os únicos que parecem estar se mexendo de verdade nessa pré-campanha. E nesse período, isso é importantíssimo.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui