Pescador desaparecido é encontrado à deriva pendurado em boia em alto-mar no RJ

O "náufrago" fluminense foi encontrado por um amigo depois de cair da embarcação e ser arrastado pela força da água

Pescador é encontrado à deriva em alto-mar em Atafona, em São João da Barra

Parecia cena de filme de Hollywood em pleno mar do Rio de Janeiro. Deivid Soares, um pescador de 43 anos, que estava desaparecido desde domingo (25/12) em São João da Barra, no Norte Fluminense, foi encontrado com vida por um amigo, à deriva pendurado em uma boia de sinalização no mar em Atafona. O caso foi revelado pelo portal G1.

Deivid relatou que, na noite de domingo, trabalhava sozinho na praia de Atafona quando caiu da embarcação e não conseguiu retornar.

“Pra mim, os primeiros 10 minutos foram os mais difíceis porque eu queria a todo custo chegar à embarcação. Mas é um peso d’água descomunal mesmo, não tinha como nadar contra”, disse o pescador.

Sem notícias, os familiares e amigos acionaram a Marinha e saíram à procura do pescador. A embarcação até foi encontrada, mas estava vazia, o que gerou ainda mais apreensão.

Enquanto isso, ele nadava para tentar sobreviver. Ele disse que encontrou uma boia de sinalização a 8 quilômetros de distância de onde o barco dele estava. Por conta da dificuldade em nada com a roupa molhada, ele optou por abandonar a camisa e a calça no mar e seguir à deriva.

“Por muitas vezes eu pensei que ia morrer de frio até chegar o socorro”.

Quando o segundo dia amanheceu, ele pode sentir um alívio. Os pescadores que o procuravam conseguiram encontrá-lo pendurado na boia de sinalização do Porto do Açu.

Um dia após o resgate ele já voltou a trabalhar, mas diz garante que já pode dizer que é outra pessoa: “Com certeza eu tive a segunda oportunidade pra encarar a vida com outros olhos e ser um homem melhor”, diz o pescador.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui