Pescadores faziam churrasco na Baía de Guanabara a poucos metros de navio que colidiu com a Ponte Rio-Niterói

Trabalhadores registram as imagens enquanto comiam uma carninha na Baía de Guanabara

Pescadores faziam churrasco na hora da colisão na Ponte Rio-Niterói (Foto: Reprodução Redes Sociais)

No exato momento em que um navio batia na estrutura da Ponte Rio-Niterói, no fim da tarde desta segunda-feira (14/11), pelo menos dois pescadores faziam um churrasco tranquilamente em uma embarcação de pequeno porte em meio a situação que era desesperadora para a maioria dos cariocas e fluminenses.

A dupla registra os momentos de tensão enquanto aproveitam um churrasco. “Tudo na paz, graças a Deus a experiência valeu muito. O navio tá lá, dois sentidos da ponte parados”, diz um dos pescadores.

A embarcação que colidiu com a Ponte Rio-Niterói é um navio-cargueiro estava ancorado na região há cerca de seis anos. Com o rompimento das correntes da âncora, ele foi levado por fortes ventos até se chocar com a via.

Depois do incidente, a principal ligação entre os municípios do Rio e Niterói ficou totalmente interditada, provocando engarrafamentos quilométricos em ambas as cidades. Aos poucos, após revisão de engenheiros da Ecoponte, concessionária que administra o trecho, as faixas começaram a ser liberadas para os motoristas.

Na manhã desta terça-feira, a Ponte Rio-Niterói teve mais uma via liberada na manhã desta terça-feira (15/11). A Ponte, neste momento, tem apenas um dos trechos interditados.

Advertisement

4 COMENTÁRIOS

    • Quando não se tem o que falar, a melhor opção é ficar calado. Não aprendeu isso em casa não? Ah, sim! Quem lambe bota de milico, viaja agarrado na grade de caminhão e canta o hino nacional para pneu vive em uma realidade paralela. Esqueci!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui