Pesquisa mostra que 36% dos bares e restaurantes do Rio pretendem contratar ainda em 2022

Os índices refletem a expectativa do setor para o período que compreende a realização da Copa do Mundo e as festas de fim de ano

Foto: Divulgação Prefeitura

Os donos de bares e restaurantes do Rio estão otimistas com a retomada do setor neste fim de ano. Segundo a mais recente pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no RJ (Abrasel RJ), 36% dos estabelecimentos pretendem realizar contratações até dezembro deste ano, enquanto 60% esperam manter os quadros de funcionários e apenas 4% devem efetuar demissões.

Os índices refletem a expectativa do setor para o período que compreende a realização da Copa do Mundo e as festas de fim de ano. Entre os empresários que pretendem contratar, 63% afirmam que os planos estão ligados ao aumento de demanda previsto para a Copa e festas. Outros 22,9% querem contratar para suprir necessidades atuais das empresas, 20% são para lançar novos produtos/serviços, 11,4% para renovar a equipe e 5,7% para abrir novas filiais. A pesquisa revela também que 20% das empresas já realizaram contratações no mês de setembro.

A chegada da temporada de fim de ano, com as festas e a Copa do Mundo, é um passo decisivo na consolidação da retomada do setor. Vemos com muito otimismo o fato de mais de um terço dos empresários planejarem novas contratações ainda este ano. A queda na inadimplência junto ao Simples Nacional também é um indicador positivo. No entanto, devemos seguir vigilantes e lutando por mais estímulos do poder público, para ampliarmos ainda mais a capacidade de investimento e empregabilidade do setor”, afirma Pedro Hermeto, presidente da Abrasel RJ.

Quase a totalidade dos estabelecimentos (99%) que pretendem contratar encaram algum grau de dificuldade para encontrar mão de obra qualificada. O maior empecilho é encontrar garçons (3,06 de dificuldade em uma escala de 0 a 5), auxiliares de cozinha (3,14) e cozinheiros (as) (3,33). Entre as funções mais procuradas por quem pretende contratar, as mais buscadas são de garçom (54%) atendente ou cumim (43%) e auxiliares de cozinha (40%).

O levantamento revela também que os programas de recuperação fiscal têm surtido efeito para os bares e restaurantes do estado. 78% aderiram ao simples nacional, destes, 31% afirmam estar com parcelas em atraso. O índice é igual ao apurado em julho (31%), no entanto é consideravelmente menor que agosto (41%) e junho (59%).

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui