Embora tenha nascido no município de Glicério, no interior de São Paulo, foi no Rio de Janeiro que o atual presidente da República, Jair Bolsonaro, fez toda sua trajetória política até aqui, já tendo sido vereador da “Cidade Maravilhosa”, em 1989 e 1990, e, posteriormente, deputado federal, ocupando, de 1991 a 2018, uma das vagas destinadas ao estado na Câmara, em Brasília.

Desde 2019 no cargo máximo da hierarquia política brasileira, Bolsonaro enfrenta, neste início de 2020, o seu 1° grande desafio à frente da presidência: a pandemia do Coronavírus, que se alastrou pelo mundo como uma preocupante situação emergencial de saúde.

E a opinião da população do Rio de Janeiro, tão importante na eleição de Bolsonaro ao cargo, é de que o presidente está deixando a desejar no combate à pandemia.

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto GPP entre os dias 21 e 23 de março, 44,7% dos cariocas avaliam como ruim ou péssima a performance de Bolsonaro frente ao Coronavírus.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Para 24,6%, seu desempenho é ótimo ou bom, enquanto outros 25% classificam sua atuação apenas como regular. Já 5,5% não souberam responder.

Detalhadamente falando, a rejeição à maneira como o presidente tem lidado com o problema vem dos moradores das regiões de praias (57,4%); dos jovens entre 16 e 24 anos (64,4%); das pessoas com nível superior (55,1%); de quem tem renda de 5 ou mais salários mínimos (50,5%); e daqueles que estão desempregados ou têm trabalhos informais (54%).

Entre as pessoas entrevistadas que têm maior grau de escolaridade, 23,8% aprovam a postura de Bolsonaro. Para 18,9% desses, a crise está sendo gerida de maneira regular.

O GPP informa que entrevistou 800 pessoas, todas por telefone. A margem máxima de erro é de 9,7% para cima ou para baixo. O índice de confiança da pesquisa é de 95%.

6 COMENTÁRIOS

  1. Diario do Rio só tem Articulista de esquerda… Apoiam descaradamente e fazem propagadanda para o PSOL , do Freixo. Essa PESQUISA DEVE TER SIDO FEITA, NOS CONDOMINIOS DE LUXO, onde tem muitos servidores públicos PARASITAS – ativo e inativos/aposentados , pessoal das estatais – da ativa e aposentados que já tem complemento de aposentadoria por suas Previdência privada -Petros, Cassi, Postali, Previ…(tipo assim, fique em casa… seu salario esta garantido), Professores e Reitores da universidade publicas -que nunca trabalharam na iniciativa privada…e jornalistas sem a mamata das verbas publicitarias igual os artistas sem a Lei Rouanet.

    • Infelizmente que GOVERNADOR escroto sem ESCRÚPULO SEM PUDOR RAÇA DÊ VÍBORA ESTES FARISEUS CANALHAS RATAZANA DÓ INFERNO NÃO PENSARAM DÊ MANEIRA Nenhuma NA população FIZERAM 40 dias de orgias e no carnaval zombaram de Deus e brafemaran o nome que está acima de todos os nomes Jesus Cristo este faraó e deuses estranho agora vem com este cimimos

  2. Incrível como as pessoas gostam de dar a própria opinião e dizer que todo mundo pensa igual. Vocês são a metade que estão gostando do que esse imbecil está fazendo e eu faço parte da metade que está odiando, mas sei que existe idiotas como vocês que não entendem o quão grave é a situação.

  3. Que mentira, imprensa esquerdista! Estamos muito satisfeitos com Bolsonaro!!! Nossa decepção é com Witzel que quer destruir o Rio com essa quarentena. Por que não cancelou o Carnaval? Quero ver ele ter peito para fechar as bocas de fumo!!! Continuam a todo vapor. Hipócritas!!!!
    #BolsonaroEstaCerto

  4. Claro, a metade tbm são bandidos, traficantes e drogados. Engraçado onde eu moro só da p ouvir no máximo 3 pessoas batendo panelas o resto não. Foram fazer está pesquisa em q canto? Nas penitenciárias?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui