Petrobras anuncia novos investimentos no Rio de Janeiro

Presidente da Petrobras afirma que o Rio é a principal base de operação da empresa e pretender fortalecer ainda mais essa relação com novos projetos; Plano Estratégico prevê a implantação de 18 plataformas do tipo FPSO até 2027

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

Jean Paul Prates, presidente da Petrobras, recebeu na última terça-feira, (14/02), um grupo de deputados eleitos pelo Rio de Janeiro para uma conversa sobre as operações e investimentos da companhia no estado.

Durante o encontro foi apresentado um panorama dos principais projetos da Petrobras no Rio de Janeiro, com destaque para o grande volume de operações na região. O Plano Estratégico prevê a implantação de 18 plataformas do tipo FPSO até 2027, sendo 15 delas no Rio de Janeiro.

O presidente da Petrobras afirmou que o Rio de Janeiro já é a principal base de operação da empresa e pretender fortalecer ainda mais essa relação por meio dos novos investimentos previstos. “Temos projetos para a Bacia de Campos, no norte fluminense; para o Gaslub, em Itaboraí; para a Reduc, em Duque de Caxias; além da nossa sede na capital e de atividades de logística no estado. Esses investimentos têm efeito multiplicador na economia fluminense ao promover o pagamento de tributos e a movimentação da cadeia produtiva na região, envolvendo milhares de pessoas e empresas”, afirmou Jean Paul Prates.

O plano de renovação da Bacia de Campos, com a revitalização dos campos de Marlim e Voador, foi destacado durante o encontro, mostrando que a região continuará sendo uma referência internacional no segmento de exploração e produção e com projetos relevantes para manutenção da sua produção.

Advertisement

Leia também

Esgarçamento da polarização direita e esquerda pode afetar eleição carioca?

Aterro Restaurado e o Fim do Pulinho de São Conrado

A Bacia receberá US$ 18 bilhões em investimentos nos próximos cinco anos, com foco sobretudo nos projetos de renovação, com a revitalização de diversos campos maduros. Para isso serão instalados cinco novos FPSOs e cerca de 150 novos poços que irão garantir em 2027 a marca de 900 mil barris de óleo equivalente por dia produzidos na Bacia de Campos.

Os investimentos no RJ também contemplam melhorias na Refinaria de Duque de Caxias (Reduc), a maior produtora de lubrificantes no Brasil, e iniciativas ligadas à transição energética e à produção de Diesel S-10, de baixo teor de enxofre.

No Polo Gaslub, em Itaboraí, já estão em curso o Projeto Integrado Rota 3, em fase final de construção, que inclui a construção da Unidade de Processamento de Gás Natural de Itaboraí (UPGN Itaboraí) para o processamento de até 21 milhões de m3/dia de gás do Polo Pré-Sal da Bacia de Santos; e o projeto de engenharia para implantação de unidades de produção de combustíveis e lubrificantes em sinergia com a Reduc. Há também estudos para a construção de uma Usina Termoelétrica a Gás no Polo.

O presidente da Petrobras afirmou ainda, durante o encontro, a importância da bancada fluminense conhecer os projetos da companhia no estado, para que também possam conversar e colaborar quando necessário.

Informações do portal TN Petroleo.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Petrobras anuncia novos investimentos no Rio de Janeiro

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui