PF prende colombiano procurado pela Interpol há mais de 5 anos em Nova Iguaçu

O estrangeiro é acusado de integrar uma organização criminosa voltada para a prática de agiotagem na Argentina

Foto: Divulgação/Polícia Federal

Nesta quarta-feira (30/11), a Polícia Federal prendeu um cidadão colombiano, de 41 anos, que se encontrava na lista da Difusão Vermelha da Interpol e estava foragido da justiça argentina há mais de cinco anos, no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense

De acordo com autoridades da Argentina, o preso é suspeito de ser membro de organização criminosa dedicada à prática de agiotagem, através da concessão de empréstimos em dinheiro com juros usurários, na modalidade “cobrança dia a dia” ou “gota a gota”, sem qualquer formalidade, autorização ou apoio financeiro. Além disso, a organização criminosa utilizaria um procedimento coercitivo, através do uso da violência, para efetuar a cobrança dos pagamentos daqueles que não cumprirem os prazos determinados.

Após a captura do homem, foi realizado o mandado de prisão preventiva para fins de extradição, expedido pelo Supremo Tribunal Federal, após pedido formulado pelo Escritório Central Nacional da Interpol em Brasília. O preso foi encaminhado ao sistema prisional do Rio de Janeiro, onde permanecerá até a extradição definitiva para a Argentina.

O trabalho de localização e prisão do colombiano foi coordenado pelo Núcleo de Cooperação Policial Internacional do Rio de Janeiro (NCPI/INTERPOL/PF/RJ) e pelo Centro de Cooperação Policial Internacional (CCPI/INTERPOL/CGCI/PF), com apoio da Delegacia de Repressão a Drogas (DRE/PF/RJ) e da Delegacia de Polícia Federal em Nova Iguaçu.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui