PM do RJ inicia treinamento para melhorar abordagens e reduzir danos em operações

Edição atual do Estágio de Aplicações Táticas conta com cerca de 70 policiais e acontecerá durante uma semana, com carga de 56 horas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Estágio de Aplicações Táticas em agosto de 2023 - Foto: Divulgação/PMERJ

Na manhã desta segunda-feira (21/08), com a finalidade de reduzir danos em ações de abordagens de veículos em vias públicas, a Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro (SEPM) iniciou um treinamento extraordinário obrigatório a todos os agentes envolvidos em ocorrências que resultaram em óbito ou lesão corporal grave.

Divididos em duas turmas, para não prejudicar a qualidade pedagógica, aproximadamente 70 policiais militares participam desta edição do Estágio de Aplicações Táticas (EAT), treinamento de rotina ministrado no Centro de Instrução Especializada e Pesquisa Policial (CIEsPP) da corporação, em Ramos, Zona Norte do Rio. Entre os participantes, estão agentes que já estavam matriculados e outros convocados compulsoriamente.

Realizado durante uma semana com carga horária de 56 horas, o EAT é composto por disciplinas práticas e teóricas, com objetivo de dar maior efetividade nas ações policiais e, paralelamente, reduzir efeitos indesejados como óbitos e lesões corporais graves.

”Uma das orientações estratégicas do comando da Corporação é a capacitação contínua da tropa, especialmente no aprimoramento dos policiais militares que trabalham na atividade-fim”, explica o secretário de Polícia Militar do RJ, coronel Luiz Henrique Marinho Pires.

Advertisement

Durante o início do EAT desta semana, no pátio do CIEsPP, o porta-voz da SEPM, coronel Marco Andrade, lembrou que mais de 2 mil policiais militares já passaram por esse treinamento entre o ano passado e o primeiro semestre de 2023.

”O comando da corporação tem a preocupação de aprimorar seus protocolos de treinamento para prestar um serviço cada vez melhor à sociedade”, disse Marco.

A grade curricular do EAT é formada por disciplinas, como, por exemplo, Direito Operacional; Psicologia Operativa; Tecnologias de Menor Potencial Ofensivo; Atendimento Pré-Hospitalar Tático; Abordagem: Pessoas, Edificações e Veículos; e Segurança Preventiva.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp PM do RJ inicia treinamento para melhorar abordagens e reduzir danos em operações
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui